Mundo

Pílula contra Covid-19 reduz risco de morte e hospitalização em 50% em estudo

Crédito: Merck & Co Inc/Divulgação via REUTERS

Foto de divulgação de pílula experimental contra Covid-19 (Crédito: Merck & Co Inc/Divulgação via REUTERS)

Por Deena Beasley



(Reuters) – O remédio oral experimental da Merck Sharp & Dohme (MSD), chamada nos Estados Unidos de Merck & Co, contra Covid-19, batizado de molnupiravir, diminuiu em cerca de 50% a chance de hospitalização ou morte em pacientes com risco de desenvolver doenças graves, de acordo com os resultados provisórios de testes clínicos anunciados nesta sexta-feira.

A MSD e sua parceira Ridgeback Biotherapeutics planejam solicitar uma autorização de uso emergencial nos Estados Unidos assim que possível, e também encaminhar pedidos a agências reguladoras de todo o mundo. Graças aos resultados positivos, o teste de estágio avançado está sendo interrompido no início por recomendação de monitores externos.

Dia Nacional do Idoso: conheça políticas públicas para essa população

“Isto mudará o diálogo sobre como lidar com a Covid-19”, disse Robert Davis, executivo-chefe da farmacêutica, à Reuters.



Se autorizado, o molnupiravir, que foi concebido para introduzir erros no código genético do vírus, seria o primeiro antiviral oral para Covid-19.

Rivais como a Pfizer e a farmacêutica suíça Roche estão correndo para desenvolver uma pílula antiviral contra Covid-19 fácil de usar, mas até agora só coquetéis de anticorpos –que têm que ser administrados por via intravenosa– estão aprovados para tratar pacientes de Covid-19 que não estão hospitalizados.

Uma análise provisória planejada de 775 pacientes do estudo da MSD mostrou que 7,3% dos que receberam molnupiravir ou foram hospitalizados, ou haviam morrido até 29 dias após o tratamento, o que ocorreu com 14,1% dos pacientes com placebo. Não houve mortes no grupo de molnupiravir, mas houve oito entre pacientes com placebo.

“Tratamentos com antiviral que podem ser tomados em casa para manter pessoas com Covid-19 fora do hospital são criticamente necessários”, disse Wendy Holman, presidente-executiva da Ridgeback, em um comunicado.

No teste, que recrutou pacientes de todo o mundo, o molnupiravir foi ingerido a cada 12 horas durante cinco dias.

O estudo contou com pacientes com Covid-19 com quadros de brandos a moderados confirmado em laboratório que tiveram sintomas durante não mais de cinco dias. Todos eles tinham ao menos um fator de risco associado a uma recuperação precária de doenças, como obesidade ou idade avançada.

A MSD disse que o sequenciamento viral feito até agora mostra que o molnupiravir é eficaz contra todas as variantes do coronavírus, incluindo a altamente transmissível Delta.

A empresa disse que as taxas de eventos adversos foram semelhantes em pacientes de molnupiravir e placebo, mas não deu detalhes dos efeitos colaterais.

tagreuters.com2021binary_LYNXMPEH901U6-BASEIMAGE


Veja também
+ Horóscopo: confira a previsão de hoje para seu signo
+ Vídeo: Motorista deixa carro Tesla no piloto automático e dorme em rodovia de SP
+ Vale-alimentação: entenda o que muda com novas regras para benefício
+ Veja quais foram os carros mais roubados em SP em 2021
+ Expedição identifica lula gigante responsável por naufrágio de navio em 2011
+ Tudo o que você precisa saber antes de comprar uma panela elétrica
+ Descoberto na Armênia aqueduto mais oriental do Império Romano
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Passageira agride e arranca dois dentes de aeromoça
+ Gel de babosa na bebida: veja os benefícios
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Lago Superior: a melhor onda de água doce do mundo?

Tópicos

3ª dose 4ª dose combate o quê? 4ª dose israel 4ª dose necessária 4ª dose vacinas adolescentes e crianças covid anticorpo monoclonal anticorpos covid sintomas anticorpos infectados nova infecção astrazeneca trombose Cepa colombiana cepa colombiana é mais letal? cepa delta coronavírus alimentação coronavírus animais coronavírus estudos coronavírus soja corticoides covid covid anticorpos covid antiviral medicamento covid longa covid medicamentos covid passa para animais covid remédios covid restrições covid tratamento covid tratamentos Covid variantes efeitos permanentes europa ainda tem restrições? gorilas com covid idosos têm que tomar 3ª dose? imunizados naturais imunizados têm que usar máscaras infectados imunizados lentidão vacinação Rússia máscara vacina máscaras vacina OMS medicamento MSD covid o que é trombose o que funciona covid pets têm covid? pilula contra covid pode haver duas infecções diferentes posso me infectar depois de vacinado? Qual país tem mais infectados? quando vou deixar de usar máscara? quantas doses já foram aplicadas? quanto tempo duram os anticorpos quanto tempo duram os sintomas? quantos faltam vacinar? quantos vacinados tem o Brasil? que alimentos inibem o coronavírus quem deve tomar 3ª dose? rio afrouxa restrições praias rio restrições RJ restrições Rússia Rússia confinamento Rússia recorde de mortes sequelas covid super imunes covid superanticorpo superimunes covid superimunes genes transmissão adolescentes crianças trombose vacina idosos vacina 3ª dose vacina duas doses protege mais que a de dose única? vacina reinfecção vacina risco de trombose vacina trombose vacinação adolescentes vacinados infectados imunidade Variante cama variante delta variante delta países variante delta volta Variante gama é perigosa? variante gama Manaus Variante Gamma zoológico EUA covid