Giro

Pilha de ossos humanos é descoberta em caverna na Arábia Saudita

Crédito: Reprodução/Divulgação

Uma enorme pilha de ossos de animais, provavelmente acumulada por hienas nos últimos 7.000 mil anos, foi descoberta na Arábia Saudita. (Crédito: Reprodução/Divulgação)

Uma enorme pilha de ossos de animais, provavelmente acumulada por hienas nos últimos 7.000 mil anos, foi descoberta por arqueólogos no noroeste da Arábia Saudita.



São centenas de milhares deles, pertencentes a pelo menos 14 tipos de animais, entre gado, cabras, cavalos, camelos, roedores e até humanos. Os ossos foram encontrados em Umm Jirsan, uma extensa rede de túneis formados por atividade vulcânica.

+ Plantio de soja em Mato Grosso salta para 45% da área de 2021/22, diz Imea

As descobertas dos pesquisadores foram publicadas recentemente na revista Archaeological and Anthropological Sciences. De acordo com o principal autor do estudo, Mathew Stewart, um zooarqueólogo do Instituto Max Plank para a Ciência da História Humana na Alemanha, o envolvimento das hienas foi verificado por meio da análise de cortes, mordidas e marcas da digestão óssea.

“A hiena listrada (Hyaena hyaena, também conhecida como hiena listrada ou hiena listrada) é uma colecionadora de ossos muito ávida”, disse Stewart ao site americano gizmodo.



Os pesquisadores vinham investigando a área, no campo de lava Harrat Khaybar da Arábia Saudita, desde 2007, mas só se aventuraram nas profundezas da caverna alguns meses atrás.

Para o estudo, a equipe analisou 1.917 ossos e dentes recuperados do local. E concluiu que tinham entre 439 e 6.839 anos, uma indicação clara de que esses animais usam a rede de túneis subterrâneos há muito tempo. Para fazer isso, ele usou uma pequena quantidade dessas amostras de um processo conhecido como datação por carbono.

Hienas são animais conhecidos por transportar ossos para suas tocas para serem comidos, armazenados ou alimentados com seus filhotes.

Segundo o estudo, esses mamíferos são caçadores e necrófagos, ou seja, matam alguns animais enquanto acumulam os restos de outros.

Um sinal de que as hienas estavam por trás da enorme pilha de ossos era a presença de fragmentos de crânio humano. Os mamíferos são famosos por vasculharem sepulturas em busca de comida.

“É sempre o limite (provação) que sobrevive”, disse Stewart ao Gizmodo. “As hienas não parecem se interessar muito pelos bonés. Encontramos talvez cinco ou seis gorros com marcas de mordida, mas apenas os gorros. Nada mais “, acrescentou.

As hienas solitárias costumam comer animais mortos. Mas os rebanhos preferem caçar, visando presas como antílopes, lebres, roedores e pássaros.

Umm Jirsan está longe de ser o único exemplo de hienas acumulando enormes conjuntos de ossos. A caverna Srbsko Chlum-Komin na República Tcheca contém mais de 3.500 ossos bem preservados de grandes mamíferos coletados por carnívoros.

O novo estudo foi realizado no âmbito do Projeto Paleodesertos, que visa acompanhar a migração humana e animal na Península Arábica. O clima rigoroso da Arábia Saudita torna isso difícil: as altas temperaturas podem quebrar ossos, e alguns até se desintegram quando tocados.

“O mais surpreendente é como o material está bem preservado e quanto material existe, visto que na Arábia Saudita não temos restos de animais”, disse Stewart ao Gizmodo.

No Twitter, o pesquisador escreveu que “Umm Jirsan (e outros lugares semelhantes na região) provavelmente contêm informações valiosas sobre as ecologias e o meio ambiente do Holoceno na Arábia. Este estudo é apenas a ponta do iceberg.


Veja também
+ Horóscopo: confira a previsão de hoje para seu signo
+ Vídeo: Motorista deixa carro Tesla no piloto automático e dorme em rodovia de SP
+ Vale-alimentação: entenda o que muda com novas regras para benefício
+ Veja quais foram os carros mais roubados em SP em 2021
+ Expedição identifica lula gigante responsável por naufrágio de navio em 2011
+ Tudo o que você precisa saber antes de comprar uma panela elétrica
+ Descoberto na Armênia aqueduto mais oriental do Império Romano
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Passageira agride e arranca dois dentes de aeromoça
+ Gel de babosa na bebida: veja os benefícios
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Lago Superior: a melhor onda de água doce do mundo?