Ciência

Pico da Covid-19 no Brasil com 1,7 milhão de contaminados será em 6 de julho, aponta pesquisa

Crédito: Arquivo/Agência Brasil

No Estado de São Paulo, o ápice de infecções será em 10 de julho. Porém, no Rio de Janeiro e em Minas Gerais, por exemplo, o número continuará crescendo até setembro (Crédito: Arquivo/Agência Brasil)

Dia 6 de julho será o pico de contaminação pela Covid-19 no Brasil, com 1,78 milhões de pessoas com o coronavírus, aponta a plataforma independente de dados do setor de saúde Funcional Health Tech. O número exclui casos de pessoas recuperadas ou que foram a óbito.

Segundo o levantamento, alguns Estados continuarão com elevação no número de contaminados até 2021. O estudo usou o modelo matemático de epidemiologia SEIR e informações do Ministério da Saúde, das secretarias de saúde de cada Estado e do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas (IBGE).

No Estado de São Paulo, o ápice de infecções será em 10 de julho. Porém, no Rio de Janeiro e em Minas Gerais, por exemplo, o número continuará crescendo até setembro.

 

“Disponibilizamos no final de março uma plataforma gratuita, no modelo open source (código aberto), para que qualquer profissional no Brasil tenha acesso aos nossos algoritmos e possa gerar suas próprias análises. Foi a forma que encontramos para apoiar o país nesse momento tão crítico”, explica Raquel Marimon, Diretora Executiva da Funcional.

O código-fonte está disponível online (http://github.com/funcional-health-analytics/covid19-analytics)

Veja também

+ Receita abre consulta a segundo lote de restituição de IR, o maior da história
+ Homem encontra chave de fenda em pacote de macarrão
+ Baleias dão show de saltos em ilhabela, veja fotos!
+ 9 alimentos que incham a barriga e você não fazia ideia
+ Modelo brasileira promete ficar nua se o Chelsea for campeão da Champions League
+ Cuide bem do seu motor, cuidando do óleo do motor
+ 12 dicas de como fazer jejum intermitente com segurança