Negócios

Pfizer diz que voltará ao cronograma original de entrega de vacinas à UE em 25/1

Crédito: Arquivo / IstoÉ Dinheiro

A farmacêutica americana anunciou que iria reduzir temporariamente o ritmo de fornecimento dos imunizantes aos países europeus (Crédito: Arquivo / IstoÉ Dinheiro)

A Pfizer informou que voltará ao cronograma original de entrega de vacinas à União Europeia em 25 de janeiro. Nesta sexta-feira, a farmacêutica americana anunciou que iria reduzir temporariamente o ritmo de fornecimento dos imunizantes aos países europeus, por conta de uma “reorganização” da capacidade produtiva.

“A Pfizer e a BioNTech desenvolveram um plano que permitirá o aumento de escala das capacidades de fabricação na Europa e fornecerá significativamente mais doses no segundo trimestre”, diz um comunicado divulgado pela empresa. “Para conseguir isso, certas modificações nos processos de produção são necessárias agora”, explica o documento.

+ Vacina da Oxford-Fiocruz é segura, afirma CTNBio

Segundo a farmacêutica, além da retomada do cronograma inicial em 25 de janeiro, haverá um aumento no ritmo das entregas a partir de 15 de fevereiro.



Dessa forma, de acordo com a Pfizer, será possível cumprir o acordo firmado com a UE para o primeiro trimestre do ano e fornecer “significativamente” mais doses ao bloco no segundo trimestre.

Segundo a presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, o CEO da farmacêutica, Albert Bourla, garantiu que não haverá atrasos na entrega das vacinas. Von der Leyen, porém, cobrou respostas da companhia sobre a quantidade de doses que será fornecida.

Veja também

+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Jovem morre após queda de 50 metros durante prática de Slackline Highline
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel