Geral

Pfizer conclui fase 3 de teste de vacina e afirma eficácia de 95%

Crédito: Divulgação/Pfizer

As companhias pretendem pedir uma autorização para o uso emergencial da vacina (Crédito: Divulgação/Pfizer)

Nesta quarta-feira (18), a Pfizer e a BioNTech concluíram a fase 3 dos testes clínicos da vacina contra a covid-19 e afirmaram que o produto apresentou uma eficácia de 95%. A vacina, que tinha apresentado na análise intermediária uma eficácia de 90%, se mostrou melhor com a observação de mais casos de participantes que foram contaminados, segundo informações divulgadas pelo jornal O Estado de S. Paulo.

A primeira análise objetiva primária é baseada em 170 casos de contaminação por covid-19. Entre os participantes: 162 estão no grupo que tomou placebo e 8 no grupo que tomou a vacina. A eficácia observada em adultos com mais de 65 anos de idade foi superior a 94%. No grupo de contaminados, houve 10 casos severos, sendo que 9 voluntários receberam placebo. As companhias pretendem pedir uma autorização para o uso emergencial da vacina à agência de regulação de drogas norte-americana (FDA).

+ As 11 vacinas contra a covid-19 que estão na última fase de testes clínicos em humanos
+ Covid: País possui acordo bilateral para ter 256,4 milhões de doses de 2 vacinas



Veja também
+ Como podcasts podem ajudar na educação financeira do brasileiro
+ Mistério: mulher descobre que não é a mãe biológica de seus próprios filhos
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Chef playmate cria receita afrodisíaca para o Dia do Orgasmo
+ Mercedes-Benz Sprinter ganha versão motorhome
+ Anorexia, um transtorno alimentar que pode levar à morte
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Yasmin Brunet quebra o silêncio
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Veja quanto custa comer nos restaurantes dos jurados do MasterChef
+ Leilão de carros e motos tem desde Kombi a Nissan Frontier 0km