Ciência

Pfizer-BioNTech tem atraso de vacina para países da Europa

Crédito: Divulgação/BioNTech

A Pfizer disse que o problema de entregas reduzidas é temporário (Crédito: Divulgação/BioNTech)

Países da Europa pressionam a Pfizer afirmando que a entrega de vacinas está atrasada. De acordo com a BBC, ao menos seis nações alegam problemascomo: Suécia, Dinamarca, Finlândia, Lituânia, Letônia e Estônia.

Em resposta, a Pfizer disse que o problema de entregas reduzidas é temporário. Em comunicado, alegou que os embarques estão sendo afetados por mudanças em seus processos de fabricação destinados para aumentar a produção. A companhia informou também que voltará ao cronograma original de entrega de vacinas à União Europeia em 25 de janeiro. 

+ Índia inicia grande campanha de vacinação e Pfizer planeja reduzir atraso na entrega das doses

O grupo acrescentou que há um plano que permitirá limitar para uma semana o atraso na entrega da vacina contra a covid-19, quando a Europa teme um prazo maior, de três a quatro semanas. Além da retomada do cronograma inicial em 25 de janeiro, haverá um aumento no ritmo das entregas a partir de 15 de fevereiro.



A farmacêutica ressaltou que suas atualizações de produção também teriam um “impacto de curto prazo” na entrega de vacinas ao Reino Unido.

Veja também
+ Até 2019, havia mais gente nas prisões do que na bolsa de valores do Brasil
+ Geisy reclama de censura em rede social: “O Instagram tá me perseguindo”
+ Gel de babosa na bebida: veja os benefícios
+ Nicole Bahls já havia sido alertada sobre infidelidade do ex-marido
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Chef playmate cria receita afrodisíaca para o Dia do Orgasmo
+ Mercedes-Benz Sprinter ganha versão motorhome
+ Anorexia, um transtorno alimentar que pode levar à morte
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Yasmin Brunet quebra o silêncio
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago