Política

PF prende ex-diretor financeiro da Assembleia de RO com seis mandados em aberto

A Polícia Federal prendeu neste domingo, 9, em Brasília, o ex-diretor financeiro da Assembleia Legislativa de Rondônia Moisés José Ribeiro de Oliveira, alvo da Operação Dominó que em 2006 mirou desvios e fraudes que causaram prejuízo de mais de R$ 70 milhões aos cofres públicos do Estado. Moisés era considerado foragido desde 2011, tinha seis mandados de prisão em aberto e foi condenado pela Justiça de Rondônia a penas que somadas chegam a 26 anos de prisão.

A ação que chegou ao o ex-diretor financeiro foi realizada por meio do Setor de Capturas da PF e contou com o apoio do Ministério Público de Rondônia. Segundo a PF, Moisés foi encaminhado à Superintendência da Polícia Federal em Brasília e aguarda definição da Justiça Estadual de Rondônia para o traslado à unidade prisional onde deverá cumprir sua pena em regime inicialmente fechado.

Quando a ‘Dominó’ foi aberta em 2006, a PF chegou a prender juízes, desembargadores, promotores e deputados, entre eles o presidente da Assembléia Legislativa de Rondônia à época, deputado José Carlos de Oliveira (PL), o ‘Carlão’, irmão de Moisés e acusado de ser o líder da quadrilha.

Veja também

+ T-Cross ganha nova versão PCD; veja preço e fotos

+Conheça os 42 anos de história da picape Mitsubishi L200

+ Remédio barato acelera recuperação de pacientes com covid-19

+As 10 picapes diesel mais econômicas do Brasil

+ Avaliação: Chevrolet S10 2021 evoluiu mais do que parece

+ Grosseria de jurados do MasterChef Brasil é alvo de críticas

+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º episódio e choca jurados

+ Governo estuda estender socorro até o fim de 2020

+ Pragas, pestes, epidemias e pandemias na arte contemporânea

+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?