Economia

PF prende 27 suspeitos de fraudes em bolsas da UFPR

A Polícia Federal já prendeu 27 pessoas suspeitas de irregularidades em pagamentos a título de Auxílio a Pesquisadores, Bolsas de Estudo no País e Bolsas de Estudos no Exterior da Universidade Federal do Paraná. No total, 29 mandados de prisões temporárias foram expedidos nesta quarta-feira, 15 pela Justiça Federal do Paraná.

Segundo a PF, os alvos participaram do esquema de liberação de bolsas para pessoas sem regular vínculo de professor, servidor ou aluno da UFPR. O esquema é investigado pela operação Research.

Em nota, a reitoria da UFPR afirmou que as suspeitas de irregularidades no pagamento de bolsas e auxílios são objeto de investigações internas desde dezembro de 2016 e que a própria universidade já havia procurado a PF. “A Universidade Federal do Paraná tomou todas as providências cabíveis para esclarecer os fatos e responsabilizar os eventuais envolvidos. Com o resultado da investigação, a UFPR solicitará a restituição dos valores ao erário”, diz a nota.

O reitor Ricardo Marcelo Fonseca, diz a UFPR, também determinou a criação do Comitê de Governança de Bolsas e Auxílios cujo objetivo é aperfeiçoar os mecanismos de controle sobre esse tipo de pagamento. “Também será criada, por meio de portaria, uma comissão para trabalhar no Plano de Transparência e de Dados Abertos da Universidade, instrumento para garantir que a sociedade tenha acesso a todas as informações de caráter público”, completa o informe.

Operação

Em parceria com o Tribunal de Contas da União e Ministério da Transparência, Fiscalização e Controle, a Polícia Federal deflagrou nesta quarta-feira, a Operação Research com o objetivo de apurar a prática de desvio de recursos públicos destinados à UFPR. O nome da operação é uma referência ao objetivo central das bolsas concedidas pela unidade, destinada a estudos e pesquisas pelos contemplados.

Veja também

+ Carreira da Década - Veja como ingressar na carreira que faltam profissionais, mas sobram vagas
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel