Economia

PF mira em fraudes de R$ 4,5 milhões em aposentadorias de falsos pescadores em SC

A Polícia Federal (PF) e Coordenação-Geral de Inteligência Previdenciária de Santa Catarina, deflagRaram nesta sexta-feira, 28, a Operação Voo da Gaivota para combater suposta obtenção irregular de aposentadorias especiais para falsos pescadores.

Policiais cumprem mandado de busca e apreensão na casa de um vereador de Balneário Gaivota. O Sindicato dos Pescadores Profissionais Artesanais da região está instalado no mesmo local, indicou a Polícia Federal. A cidade de pouco mais de 10 mil habitantes é localizada no sul do Estado, a 246 km de Florianópolis.

Segundo levantamento realizado pela Coordenação de Inteligência Previdenciária, os prejuízos à União, causados e futuros, poderiam alcançar mais de R$ 4,5 milhões, somente com o pagamento aos beneficiados identificados até o momento.

De acordo com a Polícia Federal, os investigados podem responder por estelionato previdenciário contínuo, estando sujeitos a penas de até de dez anos de prisão. O nome da operação faz referência à cidade onde reside a maioria dos envolvidos, informou a PF.

Veja também

+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Jovem morre após queda de 50 metros durante prática de Slackline Highline
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel