Geral

PF abre operação para desarmar índios que extorquiam outros indígenas no MS

A Polícia Federal (PF) deflagrou nesta quarta-feira, 17, a Operação Águas Turbulentas para desarmar índios que estariam extorquindo outros indígenas moradores da Aldeia Água Bonita, em Mato Grosso do Sul. O grupo teria feito ameaças e usado violência física contra os outros índios.

Em nota, a PF informou que 32 policiais cumprem quatro mandados de busca e apreensão na Aldeia Água Bonita, em Campo Grande. As ordens judiciais foram expedidas pela 5ª Vara Federal.

A investigação, de acordo com a Polícia Federal, começou em março de 2016 a partir de denúncia de indígenas moradores da aldeia. Os federais relatam que “diligências de campo levaram a identificação dos supostos autores dos delitos”.

A operação foi batizada de Águas Turbulentas em alusão a atual situação da Aldeia Água Bonita. “A Polícia Federal busca com a ação retomar a paz no local, em razão do direito à tranquilidade de toda a comunidade indígena que vive no local”, informou a corporação por meio de nota.

Veja também

+ T-Cross ganha nova versão PCD; veja preço e fotos

+Conheça os 42 anos de história da picape Mitsubishi L200

+ Remédio barato acelera recuperação de pacientes com covid-19

+As 10 picapes diesel mais econômicas do Brasil

+ Avaliação: Chevrolet S10 2021 evoluiu mais do que parece

+ Grosseria de jurados do MasterChef Brasil é alvo de críticas

+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º episódio e choca jurados

+ Governo estuda estender socorro até o fim de 2020

+ Pragas, pestes, epidemias e pandemias na arte contemporânea

+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?