Finanças

Petróleo opera em alta, com investidores de olho em notícias sobre a oferta

O petróleo avança na manhã desta segunda-feira, após uma semana anterior de volatilidade, com os investidores novamente atentos a potenciais problemas para a oferta global.

Às 8h02 (de Brasília), o petróleo WTI para outubro subia 0,66%, a US$ 68,20 o barril, na New York Mercantile Exchange (Nymex), e o Brent para novembro avançava 0,78%, a US$ 77,43 o barril, na ICE.

“Neste momento, fatos relacionados à oferta ainda orientam os preços do petróleo”, disse Tamas Varga, analista da corretora PVM Oil Associates. Segundo ele, investidores ainda projetam tendência de alta nos preços, por causa das sanções americanas contra o Irã. As sanções dos EUA especificamente contra o setor petrolífero do país persa devem entrar em vigor em novembro, mas Teerã já enfrenta queda em suas exportações. Autoridades da estatal National Iranian Oil esperam que os embarques recuem a 1,5 milhão de barris por dia neste mês, de 2,3 milhões de barris por dia em junho, segundo pessoas ligadas ao assunto.

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, retirou seu país de um acordo internacional para controlar o programa nuclear iraniano, o que abriu espaço para a volta das sanções econômicas.

Além disso, a sede da National Oil, estatal da Líbia, foi atacada nesta segunda-feira em Trípoli, em um aparente ataque terrorista. Isso pode prejudicar as exportações de petróleo do país. Fonte: Dow Jones Newswires.