Finanças

Petróleo fecha em queda com dólar fortalecido

Os contratos futuros de petróleo fecharam em baixa nesta quinta-feira, 25, em aparente movimento de realização de lucros após terem subido fortemente no início da semana, quando o governo americano anunciou o fim da isenção para países que importam petróleo iraniano. Além disso, o aumento da oferta do óleo americano e o dólar fortalecido também pressionaram os contratos.

Na New York Mercantile Exchange (Nymex), o petróleo WTI para junho recuou 1,03%, a US$ 65,21 por barril. Já na Intercontinental Exchange (ICE), o petróleo do tipo Brent fechou em baixa de 0,29%, a US$ 74,35 por barril.

Após fecharem nos maiores níveis em seis meses na terça-feira, o petróleo acumula dois dias de fechamento em queda, com os investidores realizando lucros e o Departamento de Energia (DoE, na sigla em inglês) dos Estados Unidos informando que os estoques do óleo produzido no país aumentaram muito acima do esperado na semana passada.

Além disso, o dólar fortalecido também contribui para a queda nos preços do petróleo. O índice DXY, que mede o dólar ante outras seis moedas fortes, opera nas máximas em dois anos. O petróleo, por ser cotado na divisa americana, fica mais caro para os investidores que operam em outras moedas, o que tende a diminuir a demanda pela commodity.

Tópicos

petróleo