Finanças

Petróleo fecha em alta de mais de 2% após relatório do DoE com estoques nos EUA

Os contratos futuros de petróleo fecharam em altas de mais de 2% nesta quarta-feira após o Departamento de Energia dos Estados Unidos (DoE) apontar queda dos estoques de destilados e em Cushing, ainda que as reservas de petróleo bruto tenham avançado um pouco acima das expectativas.

Na New York Mercantile Exchange (Nymex), o barril do WTI para janeiro de 2020 teve ganho de US$ 1,66 (+2,91%), a US$ 57,01, enquanto o Brent para igual mês subiu US$ 1,49 (+2,39%), a US$ 62,40 o barril.

Apesar de a contagem de estoques de petróleo nos EUA ter avançado na semana passada 1,379 milhão de barris, superando a previsão de analistas ouvidos pelo Wall Street Journal, de ganho de 1,1 milhão de barris, os de destilados caíram 974 mil barris, ante projeção de recuo de 900 mil barris.

Os estoques de petróleo em Cushing baixaram 2,295 milhões de barris.

Veja também

+ T-Cross ganha nova versão PCD; veja preço e fotos

+Conheça os 42 anos de história da picape Mitsubishi L200

+ Remédio barato acelera recuperação de pacientes com covid-19

+As 10 picapes diesel mais econômicas do Brasil

+ Avaliação: Chevrolet S10 2021 evoluiu mais do que parece

+ Grosseria de jurados do MasterChef Brasil é alvo de críticas

+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º episódio e choca jurados

+ Governo estuda estender socorro até o fim de 2020

+ Pragas, pestes, epidemias e pandemias na arte contemporânea

+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?

Tópicos

petróleo