Dinheiro em Ação

Petrobras vende campos petrolíferos por R$ 3,2 bi

Petrobras vende campos petrolíferos por R$ 3,2 bi

Papéis avulsos

A Petrobras informou na quarta-feira 28 que vendeu sua participação total em 37 campos de exploração de petróleo. Três deles são off-shore, ficam na Bacia de Campos e produzem cerca de nove mil barris de petróleo por dia. Os demais 34 são terrestres e estão na Bacia Potiguar, no Rio Grande do Norte. São campos maduros, em produção há mais de 40 anos, e rendem seis mil barris por dia. O valor total da transação foi de US$ 823 milhões (R$ 3,2 bilhões). Os compradores foram a empresa franco-britânica Perenco, que assumiu as jazidas em Campos, e a 3R Petroleum, fundada recentemente no Rio de Janeiro, que adquiriu os campos nordestinos. Com as vendas, a empresa prossegue em seu projeto de abrir mão de ativos para redução do endividamento. No entanto, a estatal presidida por Ivan Monteiro poderá ter uma despesa adicional não programada. Na terça-feira 27, ela foi derrotada em um julgamento do Conselho Administrativo de Recursos Fiscais, que manteve cobranças de PIS/Cofins e de Cide que totalizam R$ 7,19 bilhões. A companhia afirmou, em nota, que vai recorrer.

 

Tecnologia

Novo comando na Totvs

A Totvs está sob nova direção desde a segunda-feira 26. Dennis Herszkowicz, ex-diretor da Linx, será o novo presidente da companhia fundada por Laercio Cosentino, uma das maiores empresas brasileiras de tecnologia. É a segunda mudança desde 2015. Em junho daquele ano, Rodrigo Kede ex-executivo da IBM, foi indicado para a presidência, mas seis meses depois ele deixou o cargo. A indicação de Herszkowicz animou os investidores. Em novembro, até a quarta-feira 28, as ações subiam 16,3%. No acumulado do ano, porém, a queda ainda é de 1,5%.

 

Quem vai lá

Dufry fora dos pregões

A empresa de varejo Dufry, que opera lojas em aeroportos, prosseguiu em seu processo de fechamento de capital. A companhia havia retirado seus Brazilian Depositary Receipts (BDR) dos pregões em agosto. Na quarta-feira 28, ela solicitou à Comissão de Valores Mobiliários o cancelamento de seu registro como companhia aberta. A justificativa para a medida foi a baixa liquidez dos papéis e a intenção de reduzir os custos operacionais de manter os papéis em negociação. Os últimos negócio com os papéis haviam sido realizados no dia 15 de outubro.

 

Touro x Urso

Na quarta-feira 28, Jerome Powell, presidente do banco central americano, declarou que os juros nos Estados Unidos devem permanecer baixos. Isso animou os mercados e o Índice Bovespa não foi uma exceção. O principal indicador do mercado acionário brasileiro encerrou o dia perto da máxima histórica de 89 mil pontos e acumula uma alta de 2,1% em novembro.

 

Destaque no pregão

Minerva busca capital com IPO da Athena Foods

O frigorífico Minerva, cujas ações recuaram cerca de 50% no acumulado do ano, está buscando reforçar seu capital. Os sócios da companhia farão um aumento privado de capital que poderá captar R$ 1 bilhão, e também pretendem listar as ações da subsidiária Athena Foods na Bolsa de Santiago. A Athena opera no Chile, Argentina, Colômbia, Uruguai e Paraguai e responde por cerca de 40% do faturamento do grupo. Com os recursos, a companhia presidida por Fernando Galletti de Queiroz deverá reduzir seu endividamento. Hoje equivalente a cinco vezes a geração de caixa, a dívida deverá cair para 3,3 vezes apenas com o aumento de capital, e para 2,3 vezes se a listagem da Athena for bem-sucedida.

Palavra do analista:
Segundo Diana Stuhlberger, analista da Eleven Financial, a empresa pode ser beneficiada com um aumento das exportações, devido à peste suína que vem afetando a produção chinesa. No entanto, uma eventual apreciação do real em relação ao dólar deve reduzir a vantagem desse crescimento das vendas. Ela mantém uma recomendação neutra para as ações da companhia, e um preço-alvo de R$ 8,00, representando uma alta potencial de 47%.

 

Energia

Cemig reapresenta resultados

A Cemig reapresentou seus resultados na terça-feira 27 e o lucro do terceiro trimestre subiu de R$ 95,5 milhões para R$ 244,5 milhões. O faturamento do período avançou de R$ 6,03 bilhões para R$ 6,25 bilhões. A causa da reapresentação foi uma divergência na maneira de calcular os ativos e os passivos financeiros recorrentes da revisão tarifária da subsidiária Cemig Distribuição.

 

 

Mercado em números

CPFL RENOVÁVEIS
R$ 4,1 bilhões – É o valor das ações da empresa adquiridas pela State Grid, controlador indireto da companhia. Foram compradas 243,8 milhões de ações

PARANÁ BANCO
R$ 53 milhões – Foi o lucro da instituição financeira no terceiro trimestre, alta de 0,7% em relação aos três meses anteriores

ELETROPAULO
400 mil – É o aumento do número de unidades consumidoras previsto entre 2018 e 2021, subindo de 7,2 milhões para 7,6 milhões

LOCAMERICA
38 milhões – É a quantidade de ações que a locadora de veículos pretende vender, sendo 31 milhões com emissão de novas ações de sete milhões da venda de ações já existentes

BRASIL PHARMA
60 dias – É o prazo em que a rede de farmácias, que teve sua recuperação judicial homologada na quarta-feira 28, pretende vender a rede de franquias Farmais, que tem 400 lojas