Finanças

Petrobras vai distribuir R$ 10,3 bilhões em dividendos

Petrobras vai distribuir R$ 10,3 bilhões em dividendos

A Petrobras informou nesta quinta-feira (25) que aprovou o pagamento de R$ 10,3 bilhões em dividendos aos seus investidores. Significa dizer que cada ação em circulação tem valor equivalente a cerca de R$ 0,787446.

De acordo com o Uol, o valor aprovado é de 5% do capital social, aplicado tanto às ações preferenciais (com direito a voto) quanto às ações ordinárias (mais negociadas na Bolsa de Valores).

+ Petrobras fechou 2020 com lucro líquido de R$7,1 bilhões

Do valor a ser pago, R$ 5,7 bilhões são referentes à destinação do resultado do exercício de 2020 e R$ 4,6 bilhões são oriundos da conta de reserva de retenção de lucros, conforme a Folha de S.Paulo. A companhia reportou lucro líquido de R$ 7,11 bilhões em 2020.

O pagamento sera realizado no dia 29 de abril, com valores atualizados pela variação da Selic de 31 de dezembro de 2020 até a data do pagamento. Tem  direito a receber dividendos os investidores que tiverem papéis da companhia até o dia 14 de abril deste ano. Para quem tem ADRs (recibo de ação negociado nos Estado Unidos) o prazo é dia 16 de abril.

Paloma Brum, economista da Toro Investimentos, disse ao Uol que na data “ex” (dia seguinte ao prazo final estabelecido pela empresa para o investidor ter o papel da companhia para receber dividendos), o preço da ação tem ajuste, porque sofre o desconto dos dividendos. Por isso, segundo ela, só faria sentido comprar o papel, caso tenha uma tendência de valorização.

Veja também

+ Carreira da Década - Veja como ingressar na carreira que faltam profissionais, mas sobram vagas
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel