Economia

Petrobras deverá manifestar interesse de preferência no leilão em até 30 dias

A Petrobras informou que vai avaliar se exercerá o direito de preferência no leilão do excedente da Cessão Onerosa, programado para 28 de outubro. A estatal tem o prazo de 30 dias para informar ao governo se vai querer ter participação de até 30% nas áreas de Atapu, Búzios, Itapu e Sépia, que podem arrecadar R$ 106 bilhões para os cofres da União.

O direito de preferência foi concedido à Petrobras com a implantação do regime de Partilha de Produção no Brasil, que prevê a participação da Petrobras em todos os campos do pré-sal.

Búzios é o maior campo, com bônus de R$ 68 bilhões.

Os parâmetros do leilão do excedente da cessão onerosa, área cedida à Petrobras em 2010 em troca de ações da companhia, foram aprovados na semana passada pelo Conselho Nacional de Política Energética (CNPE).