Ciência

Pessoas com menos de 60 anos não receberão segunda dose da AstraZeneca na Alemanha

Crédito: Arquivo/AFP

Até o último dia 2, haviam sido contabilizados 42 casos documentados de trombose venosa cerebral após a vacinação com a AstraZeneca - AFP/Arquivos (Crédito: Arquivo/AFP)

As pessoas com menos de 60 anos vacinadas com a primeira dose do imunizante AstraZeneca na Alemanha receberão a segunda dose de outra vacina, decidiram nesta terça-feira os ministérios da Saúde federal e regionais.

A Alemanha optou no mês passado por restringir o uso da vacina em pessoas com menos de 60 anos, após o registro de casos de trombose na Europa. As pessoas dessa faixa etária irão concluir sua imunização com as vacinas Pfizer ou Moderna, também disponíveis no país, anunciou a agência de notícias DPA.

+ Eficácia da vacina anticovid da Moderna cai ligeiramente para 90% em teste nos EUA

“A solução encontrada oferece uma boa proteção”, afirmou o presidente da conferência de ministros da Saúde, Klaus Holetschek, que seguiu a recomendação da Comissão Permanente de Vacinação (Stiko). A comissão aconselhou que a segunda dose seja aplicada 12 semanas após a dose inicial da AstraZeneca.

Até o último dia 2, haviam sido contabilizados 42 casos documentados de trombose venosa cerebral após a vacinação com a AstraZeneca. Segundo o Ministério da Saúde alemão, 2,2 milhões de cidadãos com menos de 60 anos receberam a primeira dose da AstraZeneca nas últimas semanas.

A França também optou por substituir a segunda dose da AstraZeneca por uma vacina de RNA mensageiro. Já a OMS declarou que, por falta de “dados adequados”, não poderia fazer recomendações sobre uma mudança de vacina contra a Covid-19 após a primeira dose.

+ Jaguar Land Rover: a luta contra a falta de confiança dos consumidores

Veja também

+ Carreira da Década - Veja como ingressar na carreira que faltam profissionais, mas sobram vagas
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel