Economia

Peso chileno sofre queda histórica

Peso chileno sofre queda histórica

(Arquivo) O peso chileno caiu acentuadamente e foi negociado a 800 unidades por dólar nas casas de câmbio de Santiago, atingindo um mínimo histórico, em meio a protestos sociais que completam quatro semanas - AFP

O peso chileno caiu acentuadamente nesta terça-feira (-3,1%) e foi negociado a 783 unidades por dólar nas casas de câmbio de Santiago, atingindo seu mínimo histórico, em meio a protestos sociais que completam quatro semanas.

A moeda local havia fechado na segunda-feira a 760 unidades em relação ao dólar, com um aumento de 40 pesos por dólar ao meio-dia.

Seu valor histórico mínimo até o momento foi registrado em 10 de outubro de 2002, quando foi cotado a 761 pesos por dólar.

Em 18 de outubro, quando eclodiram os protestos sociais o peso chileno era cotado a 709 pesos.

“É um sinal de inquietude que estamos acompanhando muito atentamente”, disse o ministro de Fazenda, Ignacio Briones, acrescentando que a queda do peso “tem impactos nos preços, na inflação”.

Veja também

+ T-Cross ganha nova versão PCD; veja preço e fotos

+Conheça os 42 anos de história da picape Mitsubishi L200

+ Remédio barato acelera recuperação de pacientes com covid-19

+As 10 picapes diesel mais econômicas do Brasil

+ Avaliação: Chevrolet S10 2021 evoluiu mais do que parece

+ Grosseria de jurados do MasterChef Brasil é alvo de críticas

+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º episódio e choca jurados

+ Governo estuda estender socorro até o fim de 2020

+ Pragas, pestes, epidemias e pandemias na arte contemporânea

+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?