Economia

Pedidos de seguro-desemprego nos EUA abaixo de um milhão pela primeira vez desde março

Crédito: AFP/Arquivos

Cartaz anuncia contratação de pessoal em Arlington, na Virgínia, em 14 de maio de 2020 - AFP/Arquivos (Crédito: AFP/Arquivos)

Os pedidos de seguro-desemprego nos Estados Unidos caíram na semana passada para menos de um milhão pela primeira vez desde março, segundo os dados divulgados nesta quinta-feira (13) pelo Departamento do Emprego.

Na semana do 8 de agosto, houve 963.000 pedidos, uma queda de 228.000 em relação aos níveis da semana anterior, disse o Departamento em um comunicado.

Setor de serviços cresce 5% de maio para junho, diz IBGE

Dólar recua após “pacto” por teto de gastos em meio a dados melhores

Este índice é o menor desde meados de março, quando as autoridades impuseram medidas de confinamento para conter a pandemia de coronavírus.

Ainda assim, está abaixo das previsões dos analistas, que esperavam em média 1,1 milhão de pedidos de seguro-desemprego.

O índice de desempregados com seguro caiu 0,4 pontos percentuais, para 10,6%, na semana que terminou em 1o de agosto, último dado disponível, com cerca de 15,5 milhões de pessoas recebendo o auxílio.

O economista-chefe da RSM US, Joseph Brusuelas, disse no Twitter que os pedidos de seguro-desemprego estão caminhando na direção certa, mas pediu cautela ao analisar os dados.

“Os pedidos vão continuar em um nível alto. Em comparação aos níveis históricos e dada a possibilidade de outra rodada de demissões em pequenas e médias empresas devido ao enfraquecimento da demanda à medida em que a economia continua desacelerando, os pedidos podem reverter” sua tendência de queda, tuitou.

Veja também

+ Veja mudanças após decisão do STF sobre IPVA
+ T-Cross ganha nova versão PCD; veja preço e fotos
+MasterChef: competidora lava louça durante prova do 12º episódio’
+As 10 picapes diesel mais econômicas do Brasil
+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º episódio e choca jurados
+ Governo estuda estender socorro até o fim de 2020
+ Pragas, pestes, epidemias e pandemias na arte contemporânea
+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?