Economia

Pedidos de falências caem 22,5% no acumulado de 12 meses até julho

Os pedidos de falências por empresas tiveram queda de 22,5% no acumulado dos últimos 12 meses até julho, na comparação com o período equivalente anterior, revelam dados nacionais da Boa Vista SCPC (Serviço Central de Proteção ao Crédito).

“O movimento de queda está atrelado à melhora nas condições econômicas desde o ano passado, que permitiu às empresas apresentarem sinais mais sólidos nos indicadores de solvência”, afirma a entidade em nota. “A continuidade desse processo dependerá de uma retomada mais consistente da economia”, ressalta.

Na mesma base de comparação, as falências decretadas tiveram alta de 16,2%, ao passo que os pedidos de recuperação judicial recuaram 2,0%. Já as recuperações judiciais deferidas apresentaram expansão de 1,8% na avaliação de 12 meses.

Na análise mensal, foi verificada alta de 4,8% dos pedidos de falência ante o volume registrado em junho. Já as falências decretadas e as recuperações judiciais deferidas tiveram quedas de 17,5% e 11,9%, respectivamente.

Veja também

+ T-Cross ganha nova versão PCD; veja preço e fotos

+Conheça os 42 anos de história da picape Mitsubishi L200

+ Remédio barato acelera recuperação de pacientes com covid-19

+As 10 picapes diesel mais econômicas do Brasil

+ Avaliação: Chevrolet S10 2021 evoluiu mais do que parece

+ Grosseria de jurados do MasterChef Brasil é alvo de críticas

+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º episódio e choca jurados

+ Governo estuda estender socorro até o fim de 2020

+ Pragas, pestes, epidemias e pandemias na arte contemporânea

+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?