Economia

PBoC corta compulsório em 50 pontos-base e injeta 1,2 tril de yuans na economia

O Banco do Povo da China (PBoC) anunciou, nesta segunda-feira, 6, corte de 50 pontos-base na taxa de compulsório bancário (RRR, na sigla em inglês), com efeito a partir de 15 de dezembro. Com a redução, a taxa média em vigor fica em 8,4%, de acordo com comunicado divulgado.



A decisão marca a primeira queda da RRR chinesa desde julho. Segundo a instituição, no entanto, a medida é uma “operação regular” e não muda a orientação “prudente” da política monetária. A estimativa é de que a mudança no compulsório libere até 1,2 trilhão de yuans em liquidez.

O PBoC garante que não pretende recorrer à “inundação” de estímulos à economia e ressalta que o objetivo é fortalecer ajustes cíclicos, “otimizar a estrutura de capital das instituições financeiras, melhorar a capacidade dos serviços financeiros e apoiar melhor a economia real”.

O banco acrescenta que a redução do RRR diminuirá os custos de financiamento para instituições financeiras em cerca de 15 bilhões de yuans, além de aumentar o apoio a micro, pequenas e médias empresas.

+ O economista Paulo Gala revela os caminhos para investir bem em 2022




Saiba mais
+ SP: Homem morre em pé, encostado em carro, e cena assusta moradores no litoral
+ Um gêmeo se tornou vegano, o outro comeu carne. Confira o resultado
+ Reencarnação na história: uma crença antiquíssima
+ Andressa Urach pede dinheiro na internet: ‘Me ajudem a pagar a fatura do meu cartão’
+ Horóscopo: confira a previsão de hoje para seu signo
+ CNH: veja o que você precisa saber para a solicitação e renovação
+ Veja quais foram os carros mais roubados em SP em 2021
+ Expedição identifica lula gigante responsável por naufrágio de navio em 2011
+ Tudo o que você precisa saber antes de comprar uma panela elétrica
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ O que se sabe sobre a flurona?
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ IPVA 2022 SP: veja como consultar e pagar o imposto