Estilo

Patek Philippe anuncia fim do Nautilus e usados chegam a quase R$ 1 milhão

Crédito: Divulgação

“Você nunca possui realmente um Patek Philippe. Você apenas cuida dele para a próxima geração.” O ambicioso slogan da grife de alta relojoaria jamais fez tanto sentido. Recentemente, o CEO Thierry Stern confirmou a saída de linha do item mais desejado da marca, o Nautilus 5711 1A-010.

Conhecido pelo mostrador azul-marinho e pela pulseira de aço, ele foi adicionado ao catálogo da Patek Philippe em 1976. Nos últimos anos, virou alvo da cobiça de colecionadores do mundo inteiro.

O tempo de espera para obtê-lo chegou a dez anos. Motivada pela ameaça à exclusividade, a descontinuação já teve impacto. Antes vendido por US$ 33,7 mil, hoje ele é encontrado no mercado de revenda por até US$ 180 mil (o equivalente a R$ 967 mil).

(Nota publicada na edição 1210 da Revista Dinheiro)



Veja também

+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Jovem morre após queda de 50 metros durante prática de Slackline Highline
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel