Negócios

Passe livre para a inovação

Maior empresa de pagamento automático do Brasil, Sem Parar apresenta alta de 104% no uso de drive thru e aposta em novas tecnologias para expandir e consolidar liderança.

Crédito: Istock

Uma certeza que 2020 trouxe é a importância da tecnologia, seja nos estudos científicos que buscam a vacina para a Covid-19 ou ao pagar um lanche sem abrir a carteira. Essa mesma tecnologia garantiu à Sem Parar, empresa pioneira no mercado de pagamento automático no Brasil, resultados positivos em meio às paralisações. Sentindo o forte impacto na redução de uso de rodovias e serviços de estacionamentos – principais segmentos da companhia pré-pandemia –, a saída encontrada pela empresa foi intensificar o uso do sistema em drive thru. O comparativo do primeiro semestre deste ano com os seis primeiros meses de 2019 mostra um crescimento de 104,6% no uso do serviço, que passou de 440 mil para 901 mil transações. O segmento, em que a empresa começou a atuar em outubro de 2018 e totaliza 3 milhões de transações em dois anos, também apresentou alta da rede credenciada, que foi de 130 para 550 pontos de uso – salto de 323%. Para Carlos Gazaffi, presidente da Sem Parar B2C, a expectativa de futuro é positiva. “Estamos em 70% do mercado de drive thru do País e temos cerca de 90% do market share de pagamento automático”, afirmou o executivo. Para Gazaffi, que assumiu o cargo em julho deste ano, esse crescimento está diretamente relacionado a uma maior preocupação da população com segurança e saúde.

Outro fator crucial para manter as vendas da Sem Parar durante a crise foi a participação efetiva em canais digitais, por meio do site e do aplicativo. Com todos os 2,5 mil pontos de venda fechados no início da pandemia, a demanda foi atendida exclusivamente pelos meios digitais, que totalizaram 1 milhão de acessos de janeiro a outubro. Para o presidente do Sem Parar B2C, essas mudanças foram ao encontro do novo perfil do consumidor. “É um usuário que está mais acostumado com as compras on-line. Existe uma maior participação nos canais alternativos, que crescem em média 30% ao ano”, disse Gazaffi. Comprada em 2016 pela Feetcor, líder global em soluções de pagamentos para empresas, por US$ 1 bilhão, a Sem Parar acompanhou a nova demanda e aumentou em 10% o quadro de funcionários, chegando a 1,6 mil colaboradores.

NOVO PERFIL Para Carlos Gazaffi, presidente da Sem Parar, a tecnologia impulsionou o novo consumidor e abriu espaço a novas – e definitivas – formas de consumo. (Crédito:CBELLI)

COBERTURA Com 20 anos de mercado e realizando cerca de 90 milhões de transações por mês, a Sem Parar precisou se reinventar após a chegada forte de concorrentes. Como resposta, a companhia apostou na diversificação. No Brasil, a empresa cobre 100% das rodovias pedagiadas e está presente em 1,4 mil estacionamentos de aeroportos, hospitais, shoppings e universidades. Os adesivos também podem ser utilizados em mais de 650 postos de combustíveis, 150 lava-rápidos, além de cobrir 70% do mercado de drive thru. Essa estratégia de ampliação de portfólio continua, principalmente por meio da união com outras marcas. Recentemente, a companhia anunciou parceria com o Grupo Habib’s, com o restaurante Madeiro – ainda em fase de implantação –, com a rede de postos de combustíveis Boxter e com o site de venda de veículos Webmotors. Entre os acordos já firmados, também estão Nissan e Volkswagen, a locadora de veículos Movida, as redes de postos de combustíveis BR, Carrefour e Shell, a seguradora Porto Seguro, a plataforma digital Skeelo Audiobooks, e o banco Santander.

Para o futuro, a companhia trabalha com a possibilidade de expandir seus serviços a farmácias, para a retirada de medicamentos. A expectativa é ampliar o número de clientes – hoje em 5,5 milhões – em 7% até o fim deste ano, e manter a média de crescimento de 300 mil usuários anualmente. Para expandir sua clientela, a empresa deu início à diversificação com planos família, pré-pago ou personalizados. Outra forma de consolidar a liderança é aumentar o uso de novas tecnologias de pagamento, por meio do Sem Parar Pay, lançado em setembro deste ano. Disponível inicialmente para uso exclusivo em Porto Alegre (RS), o serviço tem como público-alvo motoristas e consumidores que utilizam as praças de pedágios com menor frequência. Para o presidente da operação B2C da Sem Parar, segmento responsável por movimentar R$ 13 bilhões em transações em 2019, a tecnologia abre novas possibilidades. “O pagamento é feito sem ter de tocar no celular ou ter a tag no carro. Estamos animados com essa nova solução e positivos com o cenário para 2021”, afirmou Gazaffi.

Veja também

+ Sandero deixa VW Polo GTS para trás em comparativo
+ Veja os carros mais vendidos em outubro
+ Grave acidente do “Cake Boss” é tema de reportagem especial
+ Ivete Sangalo salva menino de afogamento: “Foi tudo muito rápido”
+ Bandidos armados assaltam restaurante na zona norte do RJ
+ Mulher é empurrada para fora de ônibus após cuspir em homem
+ Caixa substitui pausa no financiamento imobiliário por redução de até 50% na parcela
+ Teve o auxílio emergencial negado? Siga 3 passos para contestar no Dataprev
+ iPhone 12: Apple anuncia quatro modelos com preço a partir de US$ 699 nos EUA
+ Veja mudanças após decisão do STF sobre IPVA
+ T-Cross ganha nova versão PCD; veja preço e fotos
+MasterChef: competidora lava louça durante prova do 12º episódio’
+As 10 picapes diesel mais econômicas do Brasil
+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º episódio e choca jurados
+ Governo estuda estender socorro até o fim de 2020
+ Pragas, pestes, epidemias e pandemias na arte contemporânea
+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?