Passe em branco no wyoming

Passe em branco no wyoming
Divulgação

Aberto há um ano, o Caldera House é descrito pela Conde Nast Traveller como um hotel butique ultraluxuoso, localizado no coração de Teton Village, Wyoming – estado ao norte de Colorado. Para quem quer começar o ano esquiando, é uma alternativa exclusivíssima. São apenas oito residências – de duas a quatro suítes, com até 470m², todas equipadas com cozinha de última geração, sala de estar e jantar, lareira, janelas do chão ao teto, churrasqueira a gás, terraço privativo com aquecimento do piso, lavadoras e secadoras, móveis de Axel Vervoordt, cozinhas Boffi e varandas privadas.

As diárias começam em US$ 2,5 mil. O empreendimento de luxo levou seis anos para ser concluído e custou US$ 100 milhões. Seu dono é o empresário Wes Edens, coproprietário do time de basquete dos Estados Unidos Milwaukee Bucks e principal acionista do time inglês de futebol Aston Villa.

(Nota publicada na Edição 1150 da Revista Dinheiro)


Mais posts

O uísque de R$ 72 mil

Há dois anos a Destilaria Buffalo Trace lançou 700 garrafas – produzidas em vidro artesanal – do uísque Old Rip Van Winkle 25 anos, a [...]

Para sentir na pele

Uma das líderes mundiais no mercado de beleza de luxo, com quase 70 anos de tradição, a francesa Clarins está lançando dois novos [...]

Amazônia 5 estrelas

Eleita pelo Lonely Planet um dos destinos em alta para 2020, a Amazônia, com toda a sua riqueza natural e paisagens exuberantes, ainda [...]

Dos pulsos para os olhos

Considerada uma das mais elegantes grifes de relógios do mundo, a Omega aplicou todo o talento dos seus designers para criar uma nova [...]

Que tal alugar o iate da Beyoncé? É só pagar R$ 2 milhões por semana

Divulgação Já pensou, você passar uma semana navegando pelos mares no iate do casal Beyoncé e Jay-Z? Claro que não! Mas não custa [...]
Ver mais

Copyright © 2020 - Editora Três
Todos os direitos reservados.

Nota de esclarecimento A Três Comércio de Publicaçõs Ltda. (EDITORA TRÊS) vem informar aos seus consumidores que não realiza cobranças por telefone e que também não oferece cancelamento do contrato de assinatura de revistas mediante o pagamento de qualquer valor. Tampouco autoriza terceiros a fazê-lo. A Editora Três é vítima e não se responsabiliza por tais mensagens e cobranças, informando aos seus clientes que todas as medidas cabíveis foram tomadas, inclusive criminais, para apuração das responsabilidades.