Giro

Passagens de ônibus da EMTU em SP e do VLT da Baixada Santista estão mais caras

A passagem dos ônibus intermunicipais, que circulam nas cidades das cinco regiões metropolitanas de São Paulo, e do Veículo Leve sobre Trilhos (VLT) da Baixada Santista já está mais cara a partir deste domingo, 26. O reajuste varia de 3,33% a 6,89% e ocorre nos coletivos que fazem a ligação entre as cidades das cinco regiões metropolitanas do Estado: São Paulo, Campinas, Santos, Sorocaba e Vale do Paraíba/litoral norte

Segundo a Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos de São Paulo (EMTU/SP), os índices de reajuste foram definidos pela Secretaria de Estado dos Transportes Metropolitanos e levam em conta o aumento dos combustíveis, a elevação do custo de mão de obra e, no caso do VLT, a alta da energia elétrica.

Os novos preços das passagens de cada linha estão disponíveis no site emtu.com.br

Veja abaixo os porcentuais médios do reajuste das passagens da EMTU, por região:

Região metropolitana de São Paulo

– Área 1 – Consórcio Intervias: 5,25%

Municípios de Cotia, Embu, Embu Guaçu, Itapecerica da Serra, Juquitiba, São Lourenço da Serra, Taboão da Serra, Vargem Grande Paulista e São Paulo.

– Área 2 – Consórcio Anhanguera: 5,49%

Municípios de Barueri, Cajamar, Caieiras, Carapicuíba, Francisco Morato, Franco da Rocha, Itapevi, Jandira, Osasco, Pirapora do Bom Jesus, Santana de Parnaíba e São Paulo.

– Área 3 – Consórcio Internorte: 4,85%

Municípios de Arujá, Guarulhos, Mairiporã, Santa Isabel e São Paulo.

– Área 4 – Consórcio Unileste: 6,07%

Municípios de Biritiba Mirim, Ferraz de Vasconcelos, Guararema, Itaquaquecetuba, Mogi das Cruzes, Poá, Salesópolis, Suzano e São Paulo.

– Área 5 – ABC paulista: 5,64%

Municípios de Diadema, Mauá, Ribeirão Pires, Rio Grande da Serra, Santo André, São Bernardo do Campo, São Caetano e São Paulo.

A nova tarifa das linhas do Corredor Metropolitano ABD (São Mateus-Jabaquara), da Concessionária Metra, passa a ser de R$ 5,10.

Região metropolitana da Baixada Santista: 3,33%

Municípios de Bertioga, Cubatão, Guarujá, Itanhaém, Mongaguá, Peruíbe, Praia Grande, Santos e São Vicente.

A tarifa do VLT da Baixada Santista passa para R$ 4,55.

Região Metropolitana de Campinas: 6,89%

Municípios de Americana, Artur Nogueira, Campinas, Cosmópolis, Engenheiro Coelho, Holambra, Hortolândia, Indaiatuba, Itatiba, Jaguariúna, Monte Mor, Morungaba, Nova Odessa, Paulínia, Pedreira, Santa Bárbara d’Oeste, Santo Antônio de Posse, Sumaré, Valinhos e Vinhedo.

Região Metropolitana do Vale do Paraíba e do litoral norte: 6,56%

Municípios de Aparecida, Arapeí, Areias, Bananal, Caçapava, Cachoeira Paulista, Campos do Jordão, Canas, Caraguatatuba, Cruzeiro, Cunha, Guaratinguetá, Igaratá, Ilhabela, Jacareí, Jambeiro, Lagoinha, Lavrinhas, Lorena, Monteiro Lobato, Natividade da Serra, Paraibuna, Pindamonhangaba, Piquete, Potim, Queluz, Redenção da Serra, Roseira , Santa Branca, Santo Antônio do Pinhal, São Bento do Sapucaí, São José do Barreiro, São José dos Campos, São Luiz do Paraitinga, São Sebastião, Silveiras, Taubaté, Tremembé e Ubatuba.

Região metropolitana de Sorocaba: 6,56%

Municípios de Alambari, Alumínio, Araçariguama, Araçoiaba da Serra, Boituva, Capela do Alto , Cerquilho, Cesário Lange, Ibiúna, Iperó, Itapetininga, Itu, Jumirim, Mairinque, Piedade, Pilar do Sul, Porto Feliz, Salto, Salto de Pirapora, São Miguel Arcanjo, São Roque, Sarapuí, Sorocaba, Tapiraí, Tatuí, Tietê e Votorantim.