Giro

Passageiro da Delta que se recusou a usar máscara é multado em US$ 27,5 mil

Crédito: Pexels

O passageiro estava viajando com outra pessoa que se recusou a usar máscara, apertar o cinto de segurança ou colocar a bandeja e teria agredido o comissário (Crédito: Pexels)

O uso de máscara é uma das medidas que podem ajudar a prevenir e reduzir o risco de contaminação pelo novo coronavírus, segundo médicos e cientista. Nem todas as pessoas, no entanto, estão convencidas de que o acessório é de fato preventivo e se recusam a usar a máscara. Um passageiro da Delta Air Lines está enfrentando uma multa por ignorar as instruções do comissário.

A FAA (Federal Aviation Administration) anunciou na sexta-feira (26) a proposta de penalidade civil para um passageiro não identificado que viajava em um voo de Miami para Atlanta em 19 de outubro. O passageiro pode ser multado em US$ 27,5 mil por supostamente golpear um comissário de bordo no rosto em outubro.

+ Cade aprova joint venture entre Delta Air Lines e Latam

De acordo com o USA Today, o passageiro, que tem 30 dias para responder, estava viajando com outro passageiro que se recusou a usar máscara, apertar o cinto de segurança ou colocar a bandeja. Como resultado, o voo voltou ao portão e os passageiros foram solicitados a descer do avião.

Outros passageiros filmaram o episódio. À época, a Delta divulgou nota repudiando a violência de qualquer tipo e que o episódio estava sendo investigado.

Veja também

+ Carreira da Década - Veja como ingressar na carreira que faltam profissionais, mas sobram vagas
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel