Dinheiro em foco

Paschoal Paione, da Garín Investimentos

Crédito: Divulgação

Quem é e o que faz: Administrador de empresas pela FGV e mestre em economia pela Unesp de Araraquara. Foi gestor de recursos no Itaú Unibanco e na Western Asset. Associou-se à Garín em 2019 para desenvolver os investimentos em fundos de commodities. (Crédito: Divulgação)

Como lucrar investindo em commodities?
Commodities é algo muito amplo. As estratégias tradicionais procuram fazer apostas direcionais nos ciclos. Porém, nossa estratégia é diferente. Nosso fundo investe em conglomerados econômicos, não apenas nas commodities em si.

Dê um exemplo.
Vamos pensar no minério de ferro. A demanda é dependente do desempenho do Produto Interno Bruto (PIB) e é afetada diretamente pela variação dos investimentos em infraestrutura. Assim, uma estratégia de investimentos consistente não vai olhar apenas para o minério de ferro em si. Também vai olhar para o aço, para a sucata, para as empresas do setor e para os consumidores finais, como a indústria automobilística.

Quais as vantagens dessa abordagem?
Ela permite realizar arbitragens entre as diversas classes de ativos. Comparando, é como se eu gostasse de ações de uma cervejaria, mas não gostasse de cerveja. Assim, eu compraria as ações da cervejaria e, se houvesse um mercado futuro de cerveja, eu ficaria vendido no produto. Não existe um mercado futuro de cerveja, mas há derivativos em várias commodities que
me permitem fazer isso.

Além do minério de ferro, em quais outras commodities seu fundo investe?
Petróleo e derivados, o que engloba também o setor de transporte. Celulose, que considera as embalagens. Além disso, olhamos proteínas animais e metais preciosos.

Quais as características do seu fundo?
O fundo é um multimercado livre com cerca de R$ 48 milhões de patrimônio. A aplicação mínima é de R$ 1.000 e a taxa de administração é de 1,5% ao ano. O fundo também cobra uma taxa de performance de 20% do que superar 100% do CDI.

PREFERÊNCIA PELOS FUNDOS LIVRES

Um levantamento de 1.292 fundos do tipo Multimercado no sistema de informações financeiras Economatica mostra que a preferência dos investidores é pelos fundos do tipo Livre. Esses são os fundos cuja estratégia mais se aproxima dos hedge funds do tipo clássico internacional, ou seja, aqueles em que os gestores podem usar qualquer estratégia e assumir riscos para aumentar a rentabilidade. Em seguida vêm os fundos do tipo Macro, em que os gestores adotam estratégias baseadas em cenários macroeconômicos.

EM ALTA
401.639

Foi o número de vagas formais de emprego abertas em fevereiro. A informação é do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgado na terça-feira (30) pelo Ministério da Economia. A cifra superou as 258,1 mil vagas abertas em janeiro, e também as 225,6 mil vagas abertas em fevereiro de 2020. Em fevereiro houve 1,694 milhão de contratações e 1,293 milhão de demissões.
O total de empregos com carteira no país somou 40,02 milhões em fevereiro, alta de 1,01% em relação a janeiro.

EM BAIXA
4,7 PONTOS

Foi a queda do Indicador de Incerteza da Economia (IIE-Br), calculado pela Fundação Getulio Vargas (FGV). Em março, o indicador recuou para 123,5 pontos e permanece distante de seu pico histórico registrado durante a pandemia, que foi de 210,5 pontos. Segundo a FGV, o IIE-Br segue 8,4 pontos acima do nível de fevereiro de 2020, último mês antes dos primeiros casos de Covid-19, e também permanece acima do nível neutro de incerteza, que é de 100 pontos, devido ao recrudescimento da pandemia.