Partiu Estados Unidos

O grupo hoteleiro português Pestana vai agradar o presidente americano Donald Trump. A companhia investirá cerca de R$ 700 milhões (€ 200 milhões), até 2020, para turbinar seus negócios em todo o mundo, principalmente nos Estados Unidos.

No mercado americano, além dos já existentes Pestana South Beach Miami, Pestana Newark e Pestana CR7 New York, será inaugurado nos próximos anos o Pestana NY East Side. Segundo o executivo responsável pelo plano de expansão do Pestana Hotel Group, José Roquette, o plano de investimentos garantirá o maior ciclo de crescimento da empresa, alcançando um recorde de 3 mil novos quartos nos próximos cinco anos. No ano passado, a empresa faturou € 400 milhões.

(Nota publicada na Edição 1003 da Revista Dinheiro, com colaboração de: Com André Jankavski, Hugo Cilo e Márcio Kroehn)

Veja também

+ Quarta parcela do auxílio sai hoje (14) para os nascidos em agosto

+ Cunhado de Maradona morre de Covid-19 na Argentina

+ Nazistas ou extraterrestres? Usuário do Google Earth vê grande ‘navio de gelo’ na costa da Antártida

+ Avaliação: Chevrolet S10 2021 evoluiu mais do que parece

+ Grosseria de jurados do MasterChef Brasil é alvo de críticas

+ Carol Nakamura anuncia terceira prótese: ‘Senti falta de seios maiores’

+ Ex-Ken humano, Jéssica Alves exibe visual e web critica: ‘Tá deformada’

+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º episódio e choca jurados

+ Governo estuda estender socorro até o fim de 2020

+ Pragas, pestes, epidemias e pandemias na arte contemporânea

+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?

Tópicos

EUA hotel Pestana Trump

Mais posts

Selic cai, o prédio sobe

Embalado pela queda da Selic, o mercado de incorporação tem atraído recursos diretamente de pessoas físicas e jurídicas para o [...]

Quem quer dinheiro?

Dinheiro na mão pode ser vendaval, mas também a solução para muitas empresas no atual momento econômico. Para agilizar a concessão de [...]

Chama no zap

Um dos apps mais populares dos brasileiros, o WhatsApp também é o canal preferido para compartilhar anúncios em troca de criptomoedas. É o que mostra levantamento da WiBX. Seis em cada dez produtos ou serviços são divulgados por este meio. O Facebook corresponde a 30% e o Twitter, aos 10% restantes. O valor médio de […]

Danone dobra a aposta

Marca que se tornou sinônimo de produto no mercado de iogurtes, especialmente depois do memorável slogan “Danoninho vale por um [...]

Luta pela sobrevivência

Em tempos de pandemia, aumentar o fluxo de caixa é questão de ordem para as empresas. E uma decisão urgente pode fazer toda a [...]
Ver mais

Copyright © 2020 - Editora Três
Todos os direitos reservados.

Nota de esclarecimento A Três Comércio de Publicaçõs Ltda. (EDITORA TRÊS) vem informar aos seus consumidores que não realiza cobranças por telefone e que também não oferece cancelamento do contrato de assinatura de revistas mediante o pagamento de qualquer valor. Tampouco autoriza terceiros a fazê-lo. A Editora Três é vítima e não se responsabiliza por tais mensagens e cobranças, informando aos seus clientes que todas as medidas cabíveis foram tomadas, inclusive criminais, para apuração das responsabilidades.