Economia

Parlamento do Canadá aprova pacote de emergência de US$ 75 bi

Parlamento do Canadá aprova pacote de emergência de US$ 75 bi

O primeiro-ministro canadense, Justin Trudeau, em 11 de janeiro de 2020. - AFP/Arquivos


O Parlamento do Canadá aprovou um pacote de emergência de cerca de US$ 75 bilhões nesta quarta-feira para ajudar pessoas e empresas a enfrentar a pandemia de coronavírus.

Depois da Câmara dos Comuns, o Senado aprovou o projeto nesta quarta-feira.

O texto entrou em vigor durante o dia seguinte à sua promulgação oficial e inclui novas medidas anunciadas pelo primeiro-ministro Justin Trudeau pela manhã.

O plano de US$ 107 bilhões (cerca de US$ 75 bilhões) inclui US$ 52 bilhões em ajuda direta a cidadãos e empresas, além de US$ 55 bilhões em adiamentos de impostos.

Para aprovar o texto, o Partido Conservador, a principal formação da oposição, exigiu a retirada de uma disposição que daria ao governo plenos poderes para reduzir ou aumentar impostos e despesas até o final de 2021.

“Vamos autorizar quaisquer medidas de gastos justificadas para responder à situação, mas não assinaremos um cheque em branco”, disse o líder conservador Andrew Scheer.

Trudeau justificou a necessidade da medida, afirmando que a “pandemia se move extremamente rápido e é uma situação excepcional que requer extrema flexibilidade e resposta rápida dos governos”.

As autoridades canadenses anunciaram nesta quarta-feira que a partir da meia-noite os cidadãos que retornarem ao país deverão permanecer em isolamento por 14 dias.