Giro

Parlamento de Israel rejeita projeto que pretendia tirar Netanyahu do poder

Parlamento de Israel rejeita projeto que pretendia tirar Netanyahu do poder

Benjamin Netanyahu (d) e Benny Gantz - POOL/AFP/Arquivos

O parlamento israelense rejeitou, nesta quarta-feira (12), um projeto de lei cujo objetivo era evitar que um acusado, como é o caso (por corrupção) do primeiro-ministro Benjamin Netanyahu, forme governo.

Os legisladores votaram 53-37 contra o projeto proposto pelo líder da oposição, Yair Lapid, que busca desqualificar Netanyahu, acusado de corrupção, em caso de novas eleições.

Mas o partido centrista Azul-Branco de Benny Gantz, que em maio se aliou ao Likud (direita) de Netanyahu para formar um governo de unidade, não participou desta votação.

A oposição pediu aos representantes do partido de Gantz, que fez da honestidade seu cavalo de batalha político, que votassem a favor do projeto.

Um deputado do Likud, Miki Zohar, disse na segunda-feira que “se o Azul-Branco votar a favor desta lei, haverá novas eleições”.

Veja também

+ T-Cross ganha nova versão PCD; veja preço e fotos

+Conheça os 42 anos de história da picape Mitsubishi L200

+ Remédio barato acelera recuperação de pacientes com covid-19

+As 10 picapes diesel mais econômicas do Brasil

+ Avaliação: Chevrolet S10 2021 evoluiu mais do que parece

+ Grosseria de jurados do MasterChef Brasil é alvo de críticas

+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º episódio e choca jurados

+ Governo estuda estender socorro até o fim de 2020

+ Pragas, pestes, epidemias e pandemias na arte contemporânea

+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?