Economia

Parecer do TCU recomenda aumento de investimento da Rumo para renovar concessão

Os auditores do Tribunal de Contas da União (TCU) aumentaram em R$ 1,2 bilhão o valor do investimento previsto para que a concessionária Rumo possa fazer a renovação antecipada da malha paulista, trecho ferroviário que opera no interior de São Paulo. Com isso, o valor previsto inicialmente pelo governo saltaria de R$ 2,6 bilhões para R$ 3,8 bilhões.

Essa é apenas uma das condicionantes que a área técnica da corte de contas impôs à Rumo para que possa obter mais 30 anos de sua concessão, cujo prazo original de vencimento é 2027. Há ainda uma série de outras exigências impostas, como a desobstrução de linhas que cortam centros urbanos.

As condições dos auditores são o primeiro passo para que a prorrogação antecipada possa ocorrer. Agora, a análise caberá ainda ao Ministério Público de Contas, que vai se posicionar sobre o exame técnico. Só depois disso, é que o processo seguirá ao relator do TCU para que seja analisado e votado em plenário. Os prazos para essa tramitação no Tribunal ainda não estão definidos.

A Rumo venceu na semana passada leilão de uma subconcessão da Ferrovia Norte-Sul. A prorrogação antecipada de sua atual ferrovia era uma garantia crucial para que a empresa disputasse o novo trecho, afinal a Norte-Sul se conecta com a malha paulista, no interior de São Paulo.



Veja também
+ Até 2019, havia mais gente nas prisões do que na bolsa de valores do Brasil
+ Geisy reclama de censura em rede social: “O Instagram tá me perseguindo”
+ Gel de babosa na bebida: veja os benefícios
+ Nicole Bahls já havia sido alertada sobre infidelidade do ex-marido
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Chef playmate cria receita afrodisíaca para o Dia do Orgasmo
+ Mercedes-Benz Sprinter ganha versão motorhome
+ Anorexia, um transtorno alimentar que pode levar à morte
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Yasmin Brunet quebra o silêncio
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago