Economia

Parada em fábrica da Toyota é por lockdown na Malásia

O anúncio de paralisação da fábrica da Toyota que produz o sedã Corolla se deve à falta de componente de freio importado da Malásia, país que decretou lockdown em razão do aumento das contaminações por covid-19.



As restrições de fornecimento do componente pelo país do sudeste asiático já tinham levado a Toyota a interromper por dez dias do mês passado a produção em Sorocaba, no interior de São Paulo, onde a montadora fabrica os modelos Yaris, Corolla Cross (utilitário esportivo) e Etios.

Hoje, a montadora anunciou que a produção do Corolla em Indaiatuba, também no interior paulista, será suspensa entre 13 e 22 de outubro, período no qual os funcionários entram em férias coletivas.

A produção vai continuar normalmente nas demais unidades brasileiras da montadora, que, além da fábrica de Sorocaba, produz peças em São Bernardo do Campo e motores em Porto Feliz.

+ O economista Paulo Gala revela os caminhos para investir bem em 2022




Saiba mais
+ SP: Homem morre em pé, encostado em carro, e cena assusta moradores no litoral
+ Um gêmeo se tornou vegano, o outro comeu carne. Confira o resultado
+ Reencarnação na história: uma crença antiquíssima
+ Andressa Urach pede dinheiro na internet: ‘Me ajudem a pagar a fatura do meu cartão’
+ Horóscopo: confira a previsão de hoje para seu signo
+ CNH: veja o que você precisa saber para a solicitação e renovação
+ Veja quais foram os carros mais roubados em SP em 2021
+ Expedição identifica lula gigante responsável por naufrágio de navio em 2011
+ Tudo o que você precisa saber antes de comprar uma panela elétrica
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ O que se sabe sobre a flurona?
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ IPVA 2022 SP: veja como consultar e pagar o imposto