Economia

Para Guedes, com juro baixo e câmbio alto, investimentos estão voltando

O ministro da Economia, Paulo Guedes, disse nesta sexta-feira, 13, que apesar de ter muita gente esperneando, com a taxa de juros baixa e câmbio alto, os investimentos estão voltando. Ele participou do 39º Encontro Nacional de Comércio Exterior (Enaex).

Segundo o ministro, a ideia é manter a taxa de juro baixa.

Para ele, o Brasil manteve a taxa de juros alta por muito tempo, o que favorecia as arbitragens. “Era natural pegar dinheiro lá fora para dar a um governo bêbado, que bebia todo os recursos”, disse.

Ainda de acordo com Guedes, com a mudança nos preços críticos da economia (juro e câmbio), o País está saindo da recessão.



Em alguns setores, com o da construção, de acordo com o ministro, está se observando um boom de crescimento que vai durar uns cinco anos.

Guedes disse que o governo precisa ainda encontrar “formas verdes” de desenvolver a Amazônia e que isso é possível porque a ministra da Agricultura, Tereza Cristina, tem falado para ele que se pode aumentar a produção de grãos e carnes no Brasil sem ter que derrubar uma árvore sequer.

Sobre o embate do Brasil com outros países por causa do meio ambiente, Guedes disse que tem aqueles que querem de fato ajudar o Brasil com a preservação, mas que tem os que querem manter a prática das barreiras comerciais.

“Não somos nós que, em um ano e meio de governo, mudamos o clima no planeta. Tem muita narrativa política por trás dos discursos ambientais”, protestou Guedes.

Veja também

+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Jovem morre após queda de 50 metros durante prática de Slackline Highline
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel