Giro

Para Almagro, maior problema para a democracia são os ‘burros’ no poder

Para Almagro, maior problema para a democracia são os ‘burros’ no poder

Secretário-geral da OEA Luis Almagro discursa durante conferência sobre paz social e democracia na América Latina, na Cidade do Panamá, em 18 de fevereiro de 2020 - AFP


O secretário-geral da Organização de Estados Americanos (OEA), Luis Almagro, afirmou nesta terça-feira (18), no Panamá, que o maior problema para as democracias latino-americanas é quando “um burro governa”, porque isso gera “incapacidade” administrativa.

“O problema principal são os burros. Quando um burro governa, quando um burro dirige uma empresa, esse é o problema que é sem solução”, disse Almagro durante uma conferência realizada com empresários da Câmara de Comércio, Indústrias e Agricultura do Panamá, a maior associação empresarial do país.

“Esse problema gera incapacidade produtiva, gera incapacidades no funcionamento das instituições e gera incapacidade na gestão de governo”, acrescentou.

Almagro, entretanto, não deu nomes concretos de governantes nem empresários. Ele não falou com jornalistas depois de seu discurso sobre a “paz social e a democracia na América Latina”.

Almagro busca se reeleger na eleição programada para o dia 20 de março. Ele precisa de 18 votos para ser confirmado no cargo de secretário-geral da organização com 34 membros ativos.

Durante a intervenção de Almagro, cerca de cem pessoas se reuniram, convocadas por grupos e organizações de esquerda, para protestar em frente à sede empresarial. Os manifestantes gritaram palavras de ordem contra Almagro, chamado de “fascista”, “golpista” e “terrorista”.