Economia

Pandemia provoca rebaixamentos de ratings na América Latina, diz Fitch

A Fitch destaca em relatório que emissores corporativos de fora do setor financeiro na América Latina mostram uma “alta substancial” em defaults em seus ratings em moeda estrangeira, na comparação com igual período do ano passado, com mais deles atingindo os graus CCC+ e abaixo, categorizados como o nível inferior do grau especulativo.

Esses ratings subiram a 17% do total do portfólio de ratings na região até 1º de julho e representam 40 emissores individuais, de apenas 6%, ou seis emissores, em 1º de julho de 2019, compara a agência.

A Fitch diz ainda que os principais motores para os rebaixamentos foram a pandemia da covid-19 e o rebaixamento sofrido pela Argentina.

Veja também

+ Caixa libera FGTS emergencial para nascidos em julho nesta segunda-feira (10)

+ Avaliação: Chevrolet S10 2021 evoluiu mais do que parece

+ Pragas, pestes, epidemias e pandemias na arte contemporânea

+ Grosseria de jurados do MasterChef Brasil é alvo de críticas

+ Carol Nakamura anuncia terceira prótese: ‘Senti falta de seios maiores’

+ Ex-Ken humano, Jéssica Alves exibe visual e web critica: ‘Tá deformada’

+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º episódio e choca jurados

+ Governo estuda estender socorro até o fim de 2020

+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?