Giro

Palco de massacre em Suzano, escola Raul Brasil será reaberta em abril

O retorno das aulas na Escola Estadual Raul Brasil, em Suzano, na Grande São Paulo, onde há um ano dois ex-alunos mataram oito pessoas, está previsto para abril. A informação é do secretário da Educação, Rossieli Soares, que visitou as obras do local na manhã desta segunda-feira, 9. De acordo com ele, houve atraso no cronograma da obra por conta das chuvas, mas 90% já está concluído.

A escola registra atualmente 1.072 matrículas, 10% a mais do que os 970 alunos que estudavam em 2019, quando Guilherme Taucci Monteiro, de 17 anos, e Luiz Henrique de Castro, de 25 anos, invadiram o prédio armados e mataram oito pessoas. Os dois também morreram. O crime aconteceu no dia 13 de março.

A obra, que vai entregar 21 salas reformadas e dois prédios novos, com espaço para funcionários, custará cerca de RS 3,1 milhões. De acordo com o secretário, um grupo de empresas contribui para a reforma.

Atualmente, os alunos estão tendo aulas em colégios da região, mas devem voltar ao Raul Brasil depois da instalação do novo mobiliário, previsto para estar na escola na primeira semana de abril. A entrada, por onde os assassinos invadiram a escola, será fechada. O acesso de alunos e visitantes será feito por uma rua lateral.



Veja também
+ Até 2019, havia mais gente nas prisões do que na bolsa de valores do Brasil
+ Geisy reclama de censura em rede social: “O Instagram tá me perseguindo”
+ Gel de babosa na bebida: veja os benefícios
+ Nicole Bahls já havia sido alertada sobre infidelidade do ex-marido
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Chef playmate cria receita afrodisíaca para o Dia do Orgasmo
+ Mercedes-Benz Sprinter ganha versão motorhome
+ Anorexia, um transtorno alimentar que pode levar à morte
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Yasmin Brunet quebra o silêncio
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago