Economia

País quer elevar comércio com a Índia de US$ 3 bi para US$ 100 bi/ano, diz Guedes

O ministro da Economia, Paulo Guedes, afirmou que a pandemia de covid-19 travou o comércio global, mas que o Brasil quer ter a mesma relação comercial com a Índia do que tem com a China atualmente. Segundo o ministro, assim como ocorreu com os chineses, o Brasil quer aumentar o comércio com a Índia de US$ 2 a US$ 3 bilhões por ano para R$ 100 bilhões por ano, que é a previsão de exportações para a China nos próximos 10 anos.

“Vamos redescobrir os caminhos das Índias através do Oriente Médio”, comentou Guedes, citando que há um plano de fazer escoamento da produção de grãos para o exterior pelo Oceano Pacífico, através do Peru.

Ele afirmou que o Brasil quer maior abertura comercial e mais acordos. “Nossos olhos brilham como vemos acordos como o da Ásia, que integram toda a região.”

Hoje, disse, o País ainda tem uma das economias mais fechadas do mundo, com um sistema tributário que é um “manicômio”. “O Brasil ficou de fora da competição forte global, ficou escondido na gruta do Mercosul por motivações ideológicas”, afirmou, referindo-se a anos anteriores.



Veja também

+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Jovem morre após queda de 50 metros durante prática de Slackline Highline
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel