Finanças

Ouro se recupera do tombo e fecha em leve avanço, com ajuda de dólar fraco

O ouro fechou em alta nesta quarta-feira, 12, recuperando parcialmente as perdas robustas da sessão de terça, de mais de 4%. A sessão de apetite por risco desta quarta não foi suficiente para derrubar com força a demanda pelo metal precioso, que segue apoiado pelo quadro global incerto e pelo dólar fraco.

Saída de dólar supera entrada em US$ 13,252 bi no ano até dia 7 de agosto, diz BC

Bolsas da Europa fecham em alta, com setor de energia apoiado pelo petróleo

Na Comex, divisão de metais da New York Mercantile Exchange (Nymex), o ouro para dezembro encerrou o dia em alta de 0,14%, a US$ 1949,00 por onça-troy – ainda abaixo, portanto, da marca de US$ 2 mil por onça-troy, atingida na semana passada. Ao longo dos negócios, o ouro tocou US$ 1.961,00 por onça-troy.

As incertezas sobre o caminhar da economia global, golpeada pela crise do coronavírus, têm mantido bastante aquecido o mercado de ouro, considerado um ativo seguro. O mergulho dos juros dos Treasuries nos últimos tempos é outro responsável pela escalada do metal precioso, na medida em que investidores podem buscar segurança com rendimentos maiores.

Na sessão desta quarta, especificamente, o dólar fraco também ofereceu suporte ao ouro, por tornar commodities mais baratas no mercado internacional para detentores de outras divisas.

Analista do Julius Baer, Carsten Menke defende que o mercado de ouro se tornou excessivamente otimista nos últimos tempos, por mais que os fundamentos sejam favoráveis. “O ouro e a prata são mais adequados para operadores de curto prazo do que para buscadores de portos seguros”, alerta, em relatório enviado nesta quarta a clientes.

Veja também

+ T-Cross ganha nova versão PCD; veja preço e fotos

+Conheça os 42 anos de história da picape Mitsubishi L200

+ Remédio barato acelera recuperação de pacientes com covid-19

+As 10 picapes diesel mais econômicas do Brasil

+ Avaliação: Chevrolet S10 2021 evoluiu mais do que parece

+ Grosseria de jurados do MasterChef Brasil é alvo de críticas

+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º episódio e choca jurados

+ Governo estuda estender socorro até o fim de 2020

+ Pragas, pestes, epidemias e pandemias na arte contemporânea

+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?

Tópicos

mercado de ouro