Finanças

Ouro fecha estável, recuperando-se ao longo do pregão

O ouro fechou estável nesta quarta-feira. O contrato operou em território negativo em boa parte da jornada, mas se recuperou ao longo do dia, que foi marcado também pela expectativa pela divulgação da ata da mais recente reunião do Federal Reserve (Fed, o banco central americano).

O ouro para dezembro fechou estável, em US$ 1.515,70 a onça-troy, na Comex, divisão de metais da New York Mercantile Exchange (Nymex).

O Commerzbank afirma em relatório que riscos políticos têm apoiado a demanda recente pelo ouro. O banco alemão lembrou que a Suíça exportou 120 toneladas de ouro em julho, quase três vezes mais que no mês anterior.

Na avaliação de Nicky Shiels, do Scotiabank, o maior risco para os preços do ouro neste momento é que investidores continuem a apostar em uma trajetória contínua de alta. O metal é apoiado pela busca por segurança com tensões geopolíticas e pela expectativa de cortes de juros, mas pode haver uma correção mais adiante, em caso de alta expressiva. Shiels acredita que investidores podem ver uma queda para a faixa de US$ 1.470 a onça-troy como uma oportunidade de compra, o que voltaria a elevar o preço./ Com informações da Dow Jones Newswires

Tópicos

mercado de ouro