Finanças

Ouro fecha em queda, com investidor atento ao avanço dos juros dos Treasuries

O ouro fechou em território negativo nesta quinta-feira, 22, pressionado pela alta nos juros dos Treasuries. O contrato em Nova York se manteve, ainda assim, acima da marca psicologicamente importante de US$ 1.500 a onça-troy.

O ouro para dezembro fechou em baixa de 0,48%, a US$ 1.508,50 a onça-troy, na Comex, divisão de metais da New York Mercantile Exchange (Nymex), na mínima de fechamento desde 9 de agosto para o contrato mais negociado, segundo a FactSet.

O metal precioso tem sido apoiado pelo movimento de queda recente nos juros dos Treasuries, já que isso reforça a alternativa do ouro como opção de segurança para investidores. Mas hoje os retornos dos bônus tiveram ganhos, o que tende a pressionar o metal, já que ambos concorrem como opções seguras.

Investidores aguardam ainda novos sinais do Federal Reserve (Fed, o banco central americano), que começou o simpósio anual de Jackson Hole. Vários dirigentes devem se pronunciar e podem dar mais pistas sobre a trajetória da política monetária nos EUA.

Além disso, analistas dizem que a disputa comercial entre EUA e China tende a continuar a apoiar o ouro. O temor de recessão global e mais expectativa de corte de juros também contribuem para sustentar o metal. / Com informações da Dow Jones Newswires

Tópicos

mercado de ouro