Finanças

Ouro fecha em queda com alta nos rendimentos dos Treasuries

O contrato mais líquido do ouro fechou em baixa nesta quarta-feira, 14, pressionado pela alta nos rendimentos dos Treasuries, que competem com o metal precioso enquanto ativo seguro. Ainda assim, investidores seguiram monitorando as perspectivas de inflação nos Estados Unidos após a publicação, na terça-feira, do índice de preços ao consumidor (CPI, na sigla em inglês).

Na Comex, divisão de metais da New York Mercantile Exchange (Nymex), o ouro com entrega prevista para junho encerrou a sessão com perda de 0,65%, a US$ 1.734,90 a onça-troy.

O ouro caiu nesta quarta em meio ao avanço dos juros dos Treasuries. Com os rendimentos mais levados, investidores em busca de porto seguros preferiram os títulos públicos americanos ao metal precioso.

Por outro lado, agentes do mercado seguem de olho no caminhar da inflação nos EUA. O ouro costuma ser buscado como uma proteção ao avanço dos preços. Na terça, o CPI de março da maior economia do mundo avançou 0,6% com relação ao mês anterior, ante uma expectativa de uma alta de 0,5%.



Também reduziu a queda do metal precioso a fraqueza do dólar no exterior. A condição torna commodities mais baratas para detentores de outras divisas.

Veja também
+ Até 2019, havia mais gente nas prisões do que na bolsa de valores do Brasil
+ Geisy reclama de censura em rede social: “O Instagram tá me perseguindo”
+ Gel de babosa na bebida: veja os benefícios
+ Nicole Bahls já havia sido alertada sobre infidelidade do ex-marido
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Chef playmate cria receita afrodisíaca para o Dia do Orgasmo
+ Mercedes-Benz Sprinter ganha versão motorhome
+ Anorexia, um transtorno alimentar que pode levar à morte
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Yasmin Brunet quebra o silêncio
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago

Tópicos

mercado de ouro