Finanças

Ouro fecha em forte alta e chega a maior nível desde 2013 após Fed

O ouro fechou em forte alta nesta quinta-feira e chegou ao maior nível desde 2013, após o Federal Reserve (Fed, o banco central americano) sinalizar, para analistas, um tom “dovish” no anúncio de política monetária de ontem. Com taxas de juros menores, o metal precioso tende a se beneficiar. Tensões entre Washington e Teerã também permanecem no radar.

O ouro para entrega em agosto fechou em alta de 3,57%, em US$ 1.396,90 a onça-troy, na Comex, divisão de metais da New York Mercantile Exchange (Nymex).

Ontem, o Fed decidiu manter os juros estáveis, mas removeu a palavra “paciente” de seu comunicado de política monetária e sinalizou que vai agir caso seja necessário, além de destacar que está atento a dados da economia local e desenvolvimentos globais.

Além disso, notícias de que o Irã abateu um drone militar americano reacendeu o potencial de uma dura resposta dos Estados Unidos ao país persa, e beneficiou o ouro, considerado um ativo de segurança.

Tópicos

mercado de ouro