Finanças

Ouro fecha em alta com persistência de certa cautela com coronavírus


Os contratos futuros do ouro fecharam em alta nesta quinta-feira, 6, com o avanço do coronavírus no radar, ainda que a cautela em relação à doença tenha diminuído com relatos de avanço na fabricação de vacinas na China e no Reino Unido.

O ouro para abril encerrou o pregão em alta de 0,46%, a US$ 1.570,0 a onça-troy, na Comex, divisão de metais da New York Mercantile Exchange (Nymex).

De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), esta quinta foi o primeiro dia em que os casos de coronavírus na China diminuíram. Representantes da entidade afirmaram, no entanto, que não há evidências de que o surto tenha chegado ao pico.

Na China, O número de pessoas infectadas pelo vírus já ultrapassou 28 mil e há pelo menos 590 mortes.

“Os mercados se mantêm muito sensíveis a qualquer desenvolvimento relacionado ao coronavírus”, comentam os estrategistas de commodities Warren Patterson e Wenyu Yao, do ING.

Na visão do analista de mercado Edward Moya, da corretora americana Oanda, “os preços do ouro devem permanecer apoiados, já que o coronavírus não mostrou sinais de atingir o pico”.

*Com informações da Dow Jones Newswires

Tópicos

mercado de ouro