Finanças

Ouro fecha em alta com indicadores da China no radar, mas fica estável na semana

Os contratos futuros do ouro fecharam em alta nesta sexta-feira, 17, após a divulgação do Produto Interno Bruto (PIB) da China, mas se mantiveram relativamente estáveis na comparação semanal.

O ouro para fevereiro subiu 0,63%, a US$ 1.560,30 a onça-troy, na Comex, divisão de metais da New York Mercantile Exchange (Nymex), com leve ganho semanal de 0,01%.

O PIB da China avançou 6,1% em 2019 e, embora tenha sido o menor crescimento em 29 anos, veio em linha com as expectativas do mercado. Além disso, dados de vendas no varejo e produção industrial em dezembro subiram acima do esperado.

Apesar da alta de hoje do ouro, no entanto, os preços da commodity não mudaram na semana, que foi marcada pela assinatura da chamada “fase 1” do acordo comercial entre Washington e Pequim e por um otimismo com a economia americana, o que afasta os investidores da segurança do metal precioso

“O ouro lutou para brilhar esta semana, quando dados econômicos positivos dos Estados Unidos e da China acalmaram as preocupações sobre a economia global”, avalia o analista sênior de pesquisa do FXTM. “Com os mercados de ações atingindo altas recordes e o dólar se estabilizando, o ouro está posicionado para enfraquecer no curto prazo”, acrescentou.

*Com informações da Dow Jones Newswires

Veja também

+ Funcionário do Burger King é morto por causa de demora em pedido

+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º episódio e choca jurados

+ Governo estuda estender socorro até o fim de 2020

+ Bolsonaro veta indenização a profissionais de saúde incapacitados pela covid-19

+ Nascidos em maio recebem a 4ª parcela do auxílio na quarta-feira (05)

+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?

Tópicos

mercado de ouro