Finanças

Ouro fecha em alta com busca por segurança em meio a temores sobre coronavírus

Os contratos futuros do ouro fecharam em alta nesta quinta-feira, 23, no nível mais alto desde 7 de janeiro, em meio a um movimento de busca por segurança no mercado, devido ao novo coronavírus identificado na China e que já se espalhou para pelo menos outros oito países.

O ouro para fevereiro subiu 0,56%, a US$ 1.565,4 a onça-troy, na Comex, divisão de metais da New York Mercantile Exchange (Nymex).

Segundo o jornal Global Times, a China já registra 644 casos de pessoas infectadas pelo coronavírus e 18 mortos. O país asiático também cancelou grandes eventos de comemorações do Ano-Novo Lunar para tentar conter a disseminação do vírus, de acordo com o Beijing Daily.

Perto do horário de fechamento do ouro, no entanto, a Organização Mundial da Saúde (OMS) decidiu não declarar emergência global e afirmou que não há evidência de transmissão do coronavírus por contato humano fora da China.



“O apetite pelo metal precioso deve continuar sendo sustentado pelo crescente medo do surto de coronavírus na China”, avalia Lukman Otunuga, analista sênior de pesquisa da FXTM.

*Com informações da Dow Jones Newswires

Veja também

+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Jovem morre após queda de 50 metros durante prática de Slackline Highline
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel