Finanças

Ouro fecha em alta com busca por segurança após Turquia e foco em inflação

O ouro fechou em alta nesta quarta-feira, com certa busca por segurança no mercado após uma desvalorização da lira turca e foco nos sinais de alta na inflação global, o que leva investidores a fazer hedge no metal precioso.

Na Comex, divisão de metais da New York Mercantile Exchange (Nymex), o ouro com entrega prevista para junho subiu 0,24%, a US$ 1.907,5 a onça-troy.

“O ouro permanece estável em torno do nível de US$ 1.900, enquanto os investidores aguardam a mais recente atualização do mercado de trabalho americano”, afirma o analista de mercado Edward Moya da Oanda, em referência ao relatório de empregos (payroll) dos EUA em maio, que será divulgado na sexta-feira, 4.

Segundo Moya, também houve fluxos de busca por segurança no ouro após o presidente da Turquia, Recep Tayyip Erdogan, voltar a pressionar por um corte na taxa básica de juros do país. “O problema para o CBRT banco central local é que a Turquia está lutando contra uma inflação estruturalmente mais alta”, diz o profissional.



O analista Carsten Fritsch, do Commerzbank, destaca ainda que o ouro chegou a ser negociado em baixa no começo da sessão, mas sem um gatilho específico.

Veja também
+ Até 2019, havia mais gente nas prisões do que na bolsa de valores do Brasil
+ Geisy reclama de censura em rede social: “O Instagram tá me perseguindo”
+ Gel de babosa na bebida: veja os benefícios
+ Nicole Bahls já havia sido alertada sobre infidelidade do ex-marido
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Chef playmate cria receita afrodisíaca para o Dia do Orgasmo
+ Mercedes-Benz Sprinter ganha versão motorhome
+ Anorexia, um transtorno alimentar que pode levar à morte
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Yasmin Brunet quebra o silêncio
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago

Tópicos

mercado de ouro