Giro

Osasco pede adiamento de jogo após infecção de 4 atletas por covid-19

O Osasco/São Cristóvão Saúde confirmou na tarde desta quarta-feira (2), por meio de nota oficial, que quatro jogadoras testaram positivo para o novo coronavírus (covid-19), menos de 24 horas após a vitória sobre o Sesc Flamengo, por 3 sets a 0, pela Superliga Feminina. Os nomes das atletas não foram divulgados. O time rubro-negro já teve sete atletas infectadas, e ontem (1º) o Sesc Bauru também confirmou cinco contaminadas. 

Diante dos casos, o Osasco, líder da Superliga,  já solicitou à Confederação Brasileira de Vôlei (CBV) que adie a realização da partida contra o Dentil Praia Clube, atual vice, programada para a próxima  sexta-feira (4). 

A entidade já adiou a partida entre o Sesi Bauru que ocorreia hoje (2) contra o Itambé-Minas. A agremiação também pleiteou o adiamento do confronto da próxima sexta (4), contra o Sesc Flamengo. O Rubro-Negro já totalizou sete infectadas desde o início da competição- Roberta, Fabíola, Valquíria, Amanda, Ana Cristina e Natinha – e também já teve confrontos adiados por conta da covid-19. 

Veja também

+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Jovem morre após queda de 50 metros durante prática de Slackline Highline
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel