Brasileiros do Ano 2019

Os brasileiros do ano 2019

A homenagem das revistas DINHEIRO e IstoÉ a empreendedores e personalidades que se destacaram em suas áreas de atuação

Crédito: foto: GABRIEL REIS

Empresários que comandam alguns dos maiores conglomerados do País foram homenageados pela IstoÉ DINHEIRO na segunda-feira 2, na casa de shows Tom Brasil, em São Paulo, durante a cerimônia que premiou também Os Brasileiros do Ano 2019, escolhidos pela IstoÉ nas mais diversas áreas, da política à medicina, do esporte à igualdade racial. Caco Alzugaray, presidente-executivo da Editora Três, responsável pelas publicações DINHEIRO e IstoÉ, entre outros títulos, abriu a cerimônia com um discurso contundente, em defesa da livre expressão e do valor de uma imprensa responsável: “Hoje premiamos a resistência pela liberdade e eterna luta para que esse País possa ser mais justo e gostoso de se viver”, afirmou, sem esquecer das ameaças vindas do governo Bolsonaro. “Vivemos um momento de retaliações, como eles disseram abertamente a mim, olhando nos meus olhos. Todos os que não rezam a sua missa são alvos a serem abatidos. Este é o País em que vivemos hoje”, lamentou.
Apesar da severa crítica ao estilo Bolsonaro de lidar com quem considera seus adversários, Caco Alzugaray reconheceu os méritos da equipe liderada pelo ministro Paulo Guedes. “Sob a ótica da Editora Três, sobretudo através da nossa equipe especializada da IstoÉ DINHEIRO, até agora os acertos da área econômica são maiores que os erros”. A julgar pelos resultados das empresas cujos líderes foram premiados logo em seguida, há razões para acreditar que a economia está de fato se recuperando e tem espaço para acelerar muito mais rapidamente a partir de agora.

Um bom exemplo é a JBS, cujo presidente global Gilberto Tomazoni recebeu o prêmio de Empreendedor em Alimentos das mãos de Carlos José Marques, diretor editorial de DINHEIRO e IstoÉ. Em seu agradecimento, Tomazoni dedicou o prêmio aos 230 mil colaboradores do grupo no mundo que trabalham para fazer da empresa a maior potência do setor. Premiado por seu desempenho no setor de Automóveis, Carlos Alberto de Oliveira Andrade, presidente do Conselho do Grupo Caoa, foi representado pelo CEO da empresa e também da montadora Caoa Chery, Mauro Correia. Nos últimos 12 meses, a empresa cresceu em vendas 152%, o que a coloca entre as 10 maiores do País. Resultados também expressivos foram conquistados pela MRV, maior construtora do Brasil, fundada pelo empresário Rubens Menin, que recebeu de Bruno Araújo, presidente nacional do PSDB, o prêmio pelo desempenho acima da média no setor e por expandir seus negócios para os Estados Unidos.

A cerimônia também reconheceu o trabalho exemplar do ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, unanimidade dentro e fora do governo federal por sua assertividade em conduzir o maior programa de concessões de rodovias, portos, ferrovias e aeroportos da história do País — fundamental para reduzir o custo Brasil e acelerar o crescimento. Na indústria, o prêmio foi entregue pelo General Carlos Alberto dos Santos Cruz ao presidente da Embraer, Francisco Gomes Neto. A empresa completou meio século de existência como um dos grandes orgulhos dos brasileiros. Sinal dos tempos atuais, as lideranças que investem em tecnologia e se dedicam a promover a transformação digital prevaleceram. O prêmio de Inovação e Tecnologia foi entregue pelo diretor de núcleo da DINHEIRO, Celso Masson, ao presidente do Bradesco, Octavio de Lazari Jr. A escolha se deveu à ênfase do banco no uso de recursos como Inteligência Artificial para melhorar o atendimento aos clientes. A inovação também está na receita de sucesso da XP Investimentos, criada por Guilherme Benchimol como plataforma de cursos de educação financeira e que hoje é uma das mais relevantes gestoras de ativos do País. Esse crescimento foi possível, em parte, graças ao uso de ferramentas digitais.

Estar na vanguarda tecnológica também é uma das características do executivo Pedro de Godoy Bueno, controlador da rede de laboratórios Dasa e dos hospitais Ímpar. Premiado em Saúde, Pedro lidera uma transformação no setor que prevê baratear os custos e permitir a entrada de mais brasileiros no sistema de medicina privada.

Dono de uma fortuna avaliada R$ 2,4 bilhões, o empresário Carlos Wizard Martins, controlador do Grupo Sforza, foi homenageado por seu trabalho de acolhimento de refugiados venezuelanos em Roraima, que já conseguiu empregar mais de 6 mil trabalhadores do país vizinho em empresas brasileiras. Ao agradecer o prêmio, Wizard convidou mais empresários a se unirem em sua causa humanitária. Encerrando as homenagens, Caco Alzugaray entregou o prêmio de Empreendedor do Ano 2019 ao presidente do Magazine Luiza, Frederico Trajano.

As cerimônia prosseguiu com Os Brasileiros do Ano, escolhidos pela IstoÉ. A revista homenageou o governador de São Paulo, João Doria; o escritor, apresentador, ator e humorista Jô Soares; as atrizes Paolla Oliveira e Marina Ruy Barbosa; o cantor Luan Santana; a deputada federal Tabata Amaral; o procurador da república Deltan Dallagnol; o apresentador de TV José Luiz Datena; o ginasta Arthur Nory; o educador José Vicente; o médico Renato Cunha, que liderou o tratamento de terapia celular que resultou na pioneira cura de um paciente com câncer; e o comandante dos bombeiros de Brumadinho, coronel Robespierre, que liderou as buscas após a tragédia da Vale. O Brasileiro do Ano 2019 é o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia.

GABRIEL REIS | Claudio Gatti | Rogério Cassimiro

GABRIEL REIS | Claudio Gatti | Rogério Cassimiro
Divulgação/fotoS: GABRIEL REIS | Claudio Gatti | Rogério Cassimiro

Veja também

+ T-Cross ganha nova versão PCD; veja preço e fotos

+Conheça os 42 anos de história da picape Mitsubishi L200

+ Remédio barato acelera recuperação de pacientes com covid-19

+As 10 picapes diesel mais econômicas do Brasil

+ Avaliação: Chevrolet S10 2021 evoluiu mais do que parece

+ Grosseria de jurados do MasterChef Brasil é alvo de críticas

+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º episódio e choca jurados

+ Governo estuda estender socorro até o fim de 2020

+ Pragas, pestes, epidemias e pandemias na arte contemporânea

+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?