Economia

Opep fará o possível para garantir equilíbrio do mercado, diz ministro saudita

A Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) e produtores de fora do grupo farão o que for necessário para equilibrar os mercados da commodity, afirmou hoje o ministro de Energia da Arábia Saudita, Khalid al-Falih.

“O nível de cumprimento é muito bom. Alguns países se esforçaram mais que outros”, disse Falih, às margens de um evento de energia em Riad, referindo-se às metas de redução da produção estabelecidas em acordo fechados pela Opep e por outros grandes produtores no fim do ano passado.

Segundo Al-Falih, a Arábia Saudita se importa não apenas com o atual estado dos mercados de petróleo, como também com sua perspectiva no futuro.

A Arábia Saudita, uma espécie de líder informal da Opep, tem dito a outros integrantes do cartel que gostaria de estender o atual acordo por mais seis meses durante reunião que o grupo fará no fim do próximo mês, segundo fontes com conhecimento do assunto. Originalmente, o pacto de corte na produção vence em junho.

O apoio dos sauditas é essencial para a renovação do acordo durante o encontro em Viena, que está marcado para 25 de maio. Em novembro último, a Opep se comprometeu a reduzir sua oferta em 1,2 milhão de barris por dia, numa tentativa de impulsionar os preços do petróleo, ao longo do primeiro semestre. Fonte: Dow Jones Newswires.

Veja também

+ Caixa libera FGTS emergencial para nascidos em julho nesta segunda-feira (10)

+ Avaliação: Chevrolet S10 2021 evoluiu mais do que parece

+ Pragas, pestes, epidemias e pandemias na arte contemporânea

+ Grosseria de jurados do MasterChef Brasil é alvo de críticas

+ Carol Nakamura anuncia terceira prótese: ‘Senti falta de seios maiores’

+ Ex-Ken humano, Jéssica Alves exibe visual e web critica: ‘Tá deformada’

+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º episódio e choca jurados

+ Governo estuda estender socorro até o fim de 2020

+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?