Giro

OMS: recorde de novos casos de coronavírus no mundo em uma semana, mortes registram queda

OMS: recorde de novos casos de coronavírus no mundo em uma semana, mortes registram queda

Candidatos a empregos públicos, de máscaras e escudos de proteção contra a propagação do coronavírus, em Surabaya, Indonésia, em 22 de setembro de 2020 - AFP

O mundo registrou quase dois milhões de casos de covid-19 na semana passada, um recorde, enquanto o número de mortes diminuiu 10% na comparação com a semana precedente, de acordo com os dados divulgados nesta terça-feira pela Organização Mundial da Saúde (OMS).

Todas as regiões do mundo, com exceção da África, registraram aumento de contágios entre 14 e 20 de setembro.

“De 14 a 20 de setembro, registramos quase dois milhões de novos casos de covid-19, o que representa um aumento de 6% na comparação com a semana precedente e o maior número de casos desde o início da epidemia. No mesmo período, o número de mortes diminuiu 10% e foram registrados 37.700 falecidos”, afirmou a organização.

Mais de 30,6 milhões de casos e 950.000 mortes foram registradas desde que a covid-19 foi detectada no fim do ano passado na China.

O número de casos positivos reflete apenas uma parte do total, devido às políticas díspares dos países no momento de diagnosticar a doença, pois alguns fazem testes apenas com pessoas que precisam de hospitalização. Além disso, em muitos países pobres a capacidade de organizar testes de diagnóstico é limitada.

Por países, Estados Unidos, o mais enlutado do planeta, e Brasil, o segundo mais afetado em número de mortes, continuam registrando os números mais elevados de vítimas fatais, com mais de 5.000 óbitos cada na semana passada.

O continente americano, que concentra metade dos casos registrados no mundo e 55% das mortes acumuladas desde dezembro, registrou, no entanto, uma queda de 22% no número de falecimentos desde a semana passada, graças a uma redução em países como Colômbia, México, Equador e Bolívia.

Por regiões, a Europa, cenário de importantes novos focos, contabilizou 4.000 novas mortes e foi o continente com o maior aumento no número de óbitos (+27% na comparação com a semana anterior).

O sudeste da Ásia, que registra 35% dos novos casos, contabilizou 9.000 mortes na semana passada e superou a marca de 100.000 vítimas fatais desde o início da pandemia.

Na África, a covid-19 parece perder força e na semana passada o continente registrou queda de 12% no número de casos e de 16% no número de mortes.

Veja também

+ Caixa substitui pausa no financiamento imobiliário por redução de até 50% na parcela
+ Teve o auxílio emergencial negado? Siga 3 passos para contestar no Dataprev
+ iPhone 12: Apple anuncia quatro modelos com preço a partir de US$ 699 nos EUA
+ Veja mudanças após decisão do STF sobre IPVA
+ T-Cross ganha nova versão PCD; veja preço e fotos
+MasterChef: competidora lava louça durante prova do 12º episódio’
+As 10 picapes diesel mais econômicas do Brasil
+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º episódio e choca jurados
+ Governo estuda estender socorro até o fim de 2020
+ Pragas, pestes, epidemias e pandemias na arte contemporânea
+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?